https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

fui a jogo e dancei com a mais feia

 
morderam-me os calcanhares
com pontas de línguas soltas
ornadas de gentes sulfúricas...

picaram-me as tetas secas
e cravaram-lhe puxões de espremer
o tutano mais profundo...

doeu de dor que não se esgota,
doeu de dor que se ri,
doeu de dor violenta...

desfiz-me, então, em aneurismas
que pingavam dos dedos das mãos
e se entornaram em folhas
que já foram finas escolhas
e acabaram por ser de papel almaço...

eis que me sai um arreganho de dentes
a esmagar os maxilares
entre o peito e algo mais
e atirei rezas obscenas, todas sentidas,
para cima da mesa da batota...
não perdi mas também nunca ganho...

coisa de dança parada
a fazer-se só com os olhos envinagrados
de tanto sal, que tende a encrostar.

Valdevinoxis



Nas troikas não há camaradas e da camaradagem não nascem troikas.


 
Autor
Valdevinoxis
 
Texto
Data
Leituras
1068
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
4
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 31/10/2008 23:58  Atualizado: 31/10/2008 23:58
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: fui a jogo e dancei com a mais feia
"desfiz-me, então, em aneurismas
que pingavam dos dedos das mãos"

Val, gostei do poema todo. Mas estes versos... muito fortes, muito... intensos.
Muito bom ler-te

Beijinhos

Enviado por Tópico
vandapaz
Publicado: 01/11/2008 00:18  Atualizado: 01/11/2008 00:18
Colaborador
Usuário desde: 22/11/2006
Localidade: Lisboa
Mensagens: 572
 Re: fui a jogo e dancei com a mais feia
Bem, muito bem

É bom ler-te

Abraço grande

Enviado por Tópico
Paulo Afonso Ramos
Publicado: 01/11/2008 10:40  Atualizado: 01/11/2008 10:40
Colaborador
Usuário desde: 14/06/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2094
 Re: fui a jogo e dancei com a mais feia
Grande Poeta!

para que conste... e eu dancei com a mais gorda!
e assim também fui a jogo, e ainda me perco, no peso sentido do meu par de dança...

Se não te importas, vou adicionar este teu poema aos meus favoritos.

Um abraço maior

Enviado por Tópico
MariaSousa
Publicado: 01/11/2008 15:07  Atualizado: 01/11/2008 15:07
Membro de honra
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4096
 Re: fui a jogo e dancei com a mais feia
Entre a amargura e a ironia está poesia.

Bom poema!

Bjs