https://www.poetris.com/
 
Acrósticos : 

Medo

 
Tenho medo do medo.
Já vi o medo, e senti medo
Olhos negros sem fundo, assim vi o medo.
O medo entranha-se como a chuva miudinha no nosso corpo
Pior que um tumor que ganha raízes que jamais se pode cortar.
Tenho medo do medo.
Já vi o medo, e não pude fugir
Pior que uma prisão, pior que um exílio,
Com garras fortes que nos prende o corpo e alma.
Esmaga-nos até não existir mais um Eu.
Tenho medo do medo.
Já vi o medo, e quase morri de medo
Pior que a guerra que nos tira a vida o medo leva-nos a alma,
O coração bate forte com o medo, como os tambores na guerra.
Caímos num buraco sem paredes para no agarrar.
Tenho medo do medo.
Já vi o medo, e tive medo
O medo suga-nos a alma e a mente como uma sanguessuga o sangue.
Ficamos vazios, tudo com que ficamos é com medo
Medo até do que não mete medo.
Acordamos no medo e adormecemos no medo.
Tenho medo do medo.
Sim, é isso….
Tenho medo do medo.
O que mais queria era não ter medo.
Mas,
Tenho medo do medo…

 
Autor
eric_p
Autor
 
Texto
Data
Leituras
660
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
MariaSousa
Publicado: 01/12/2008 16:48  Atualizado: 01/12/2008 16:48
Membro de honra
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4040
 Re: Medo
Gostei da forma como jogas com o medo neste poema.
Quem nunca teve medo

Bjs