https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

CHOVEU DENTRO DE MIM

 
Choveu dentro de mim
Logo após ela me beijar
E fingir dormir.

Ela por cima,
Pedindo-me para abrir os olhos
Me encarando.

- Você não vai me abandonar?

Ainda com pasta,
Mesmo com o café
Os seus beijos foram delicados.

Eu por cima,
Mirava o olhar fixamente nos meus olhos
Desarmando a minha defesa.

Passou a língua nos meus dentes,
Beijou-me demoradamente e sem pausa
Mordendo os meus lábios até sangrar.

Choveu dentro de mim
Logo após ela dormir
E fingir que não me amava.


M.Cardoso

 
Autor
Mário Cardoso
 
Texto
Data
Leituras
471
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.