https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

A caminhada cíclica da prole.

 
Tags:  morte    caminho    existência  
 
Perdão àqueles que tiveram que perpetuar meus erros
Perdão por disseminar a dor e a fome
Pagaram-me com um sorriso e um afago
Aqueles que sentenciei a morte
Por dar-lhes a vida
Bela ironia distinta
O amor que renega a existência
Para que o sofrimento
Não se torne hegemônico
E no plural da lágrima
Não se torne eu antagônico
Felicitando aqueles subjugados
A essa infeliz sina.

E do alto de Sião
Vejo a cabisbaixa prole do gado humano
A carregar suas cargas e seus fardos
Ávida por mais utensílios.
Caminhando a passos largos e vorazes
Ao precipício misterioso e monótono.

Castigados a sonhar acordados
Lutando para apagar as pegadas
Deixadas como norte pelos seus antepassados
Tentando vencer a guerra contra os moinhos de vento
Que amedrontam seus filhos.

Mas nem tudo está perdido
O Sol ainda não se pôs.


"A maior riqueza
do homem
é sua incompletude.
Nesse ponto
sou abastado.
Palavras que me aceitam
como sou
— eu não aceito." Manoel de Barros

 
Autor
Cleber
Autor
 
Texto
Data
Leituras
834
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
PAULOMONTEIRO
Publicado: 20/01/2009 12:01  Atualizado: 20/01/2009 12:01
Muito Participativo
Usuário desde: 23/07/2008
Localidade:
Mensagens: 92
 Re: A caminhada cíclica da prole.
meu caro cleber
não é sem razão que vate é sinônimo de poeta e vaticínio de profecia
profecia é uma coisa e adivinhação
profeta quer dizer proclamador
noutras palavras eram aqueles que iam na frente dos reis
no caso a divindade
proclamando a chegada do soberando
como a maioria dos proclmadores da divindade expressavam-se sob forma versificada é que vate e poeta se tornaram sinônimos
nós poetas somos verdadeiramente proclamadores
proclamas profetizas em A caminhada cíclica da prole
um grande e fraterno abraço do
paulo monteiro