https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Saudade : 

Ainda me dois

 
Tags:  amor    saudade    esperança  
 
Ainda me dois
Ainda me mois a esperança
Ainda adormeço cansado
De tanto sonhar acordado
Com as memórias da lembrança
Ainda te sonho a me empurrar
Ainda te vejo no chão jogada
Num fio de pele, num nó de espada
Na minha mão qual vão de escada
És um mundo a conquistar
Beijo a beijo, lança a lança
Numa luta tão devassa
És derrota que trespassa
Uma dor que já não passa
De um amor que não te alcança
 
Autor
TrabisDeMentia
 
Texto
Data
Leituras
1174
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
32 pontos
24
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Paulo Gondim
Publicado: 05/02/2009 22:43  Atualizado: 05/02/2009 22:43
Colaborador
Usuário desde: 12/11/2007
Localidade: São Paulo (com o coração no Nordeste)
Mensagens: 552
 Re: Ainda me dois
Um poema com a mastria das palavras e dos sentimentos. Parabéns!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/02/2009 22:50  Atualizado: 05/02/2009 22:50
 Re: Ainda me dois
Triste e muito bonito!Nostálgico e romântico.
Golaço!
Bjins, Betha


Enviado por Tópico
csantos
Publicado: 05/02/2009 23:15  Atualizado: 05/02/2009 23:15
Da casa!
Usuário desde: 17/08/2008
Localidade: Luxemburgo
Mensagens: 273
 Re: Ainda me dois
a dor ira passar
e o amar andarà no ar
muito bonito
um abraço
cs


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/02/2009 23:20  Atualizado: 05/02/2009 23:20
 Re: Ainda me dois
Este poema luso-brasileiro, é feito de um Ricardo que só é Travis porque é dementia. De uma demencia romântica, quase sempre nostálgica.
Bem construído.
No entanto, este amor dito assim quase parece absurdo. Desculpa-me com um abraço.


Enviado por Tópico
Tânia Mara Camargo
Publicado: 05/02/2009 23:22  Atualizado: 05/02/2009 23:22
Colaborador
Usuário desde: 11/09/2007
Localidade:
Mensagens: 4263
 Re: Ainda me dois
Caro Trabis folgo em vê-lo tão romântico,
em esperança apesar da dor.
Ainda te sonho a me empurrar
Ainda te vejo no chão jogada
Num fio de pele, num nó de espada
Marcante e profundo como uma ferida
que sangra..
Por um pouco vinha em décimas.
Parabéns!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/02/2009 23:27  Atualizado: 05/02/2009 23:27
 Re: Ainda me dois
não há amor sem cadência, nem paixão sem demência.

o poema?! (...) uma indecência de bonito.

abraço fraterno poeta.
Silveira


Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 05/02/2009 23:31  Atualizado: 05/02/2009 23:31
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: Ainda me dois
Um poema com aquele jeito que eu gosto, com amor e aquela tal dor que nos embriaga...

Beijo


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 05/02/2009 23:43  Atualizado: 06/02/2009 00:02
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Ainda me dois
Confesso Trabis que conheço muito mal a sua poesia.
Mas o que tenho lido mostra o seu lado romântico e enigmático.
Destaco...

"És um mundo a conquistar
Beijo a beijo, lança a lança
Numa luta tão devassa
És derrota que trespassa
Uma dor que já não passa
De um amor que não te alcança"

Um abraço,
Vóny Ferreira

Enviado por Tópico
Tânia Mara Camargo
Publicado: 05/02/2009 23:53  Atualizado: 06/02/2009 00:01
Colaborador
Usuário desde: 11/09/2007
Localidade:
Mensagens: 4263
 Re: Ainda me dois
Trabis foi a colocação das rimas que me
disse algo de décimas.
Aliás vens pouco nos trazer a sua poesia,
faça-o mais vezes, sou aprendiz e me espelho
em tudo que leio. Beijos!
(Num esquece que sou meio narfa.)
tradução: narfabeta ou analfabeta

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 05/02/2009 23:58  Atualizado: 05/02/2009 23:58
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5064
 Re: Ainda me dois
Trabis,

Superior poesia...
Abraço

Enviado por Tópico
Antónia Ruivo
Publicado: 06/02/2009 00:10  Atualizado: 06/02/2009 00:10
Colaborador
Usuário desde: 08/12/2008
Localidade: Vila Viçosa
Mensagens: 3906
 Re: Ainda me dois
Li e reli e voltarei a ler, está tudo dito, beijinhos

Enviado por Tópico
Ibernise
Publicado: 06/02/2009 12:25  Atualizado: 06/02/2009 12:25
Colaborador
Usuário desde: 04/10/2007
Localidade: Indiara(GO)
Mensagens: 1460
 Re: Ainda me dois
Olá Trabis

Linda saudade suplicante, romance a flor da pele.
belos versos.Parabéns eu recomendo como favorito.
Bom dia

Bjs

Ibernise

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 08/02/2009 22:41  Atualizado: 08/02/2009 22:41
 Re: Ainda me dois para o boss Trabis
Quantos "aindas" não trespassam nossa alma e coração!
Arrancado da alma este teu poema!

Está soberbo apesar de triste!

Beijoca-com-saudade

Enviado por Tópico
glp
Publicado: 18/04/2009 13:48  Atualizado: 18/04/2009 13:48
Da casa!
Usuário desde: 26/02/2007
Localidade: Belas
Mensagens: 464
 Re: Ainda me dois
Gosto bastante disto!

Abraço

Enviado por Tópico
luisalpsimoes
Publicado: 19/04/2009 23:54  Atualizado: 19/04/2009 23:54
Colaborador
Usuário desde: 02/03/2009
Localidade: Ansião
Mensagens: 591
 Re: Ainda me dois
Trabis,

Nunca tinha lido nada seu, minhas desculpas...
Excelente poema de amor.

Beijinhos

Enviado por Tópico
Kira
Publicado: 15/05/2009 16:41  Atualizado: 15/05/2009 16:42
Colaborador
Usuário desde: 26/07/2007
Localidade: São Paulo
Mensagens: 800
 Re: Ainda me dois
Sonhar acordado é um ótimo exercício mental... Como diz um amigo, "poderosa tela".
Amar alguém com desejo é talvez o sentimento mais gratificante, sem censuras nem pudores, apenas o sentir, mas quando transforma-se em dor, as lembranças machucam bastante.
Sensível teu texto.

Enviado por Tópico
Dhione
Publicado: 29/09/2009 11:06  Atualizado: 29/09/2009 11:06
Muito Participativo
Usuário desde: 13/09/2009
Localidade: Fatima do Sul/MS
Mensagens: 84
 Re: Ainda me dois
Este poema
melancólico é senssível
e belo, sei bem o que queres dizer com ainda me dois, belíssimo parabéns...


Se puder da uma passada e veja meus poemas
desde já agradeço.