Poemas -> Sociais : 

Red line

 

Tome cuidado quando atravessar a linha vermelha
Sua cabeça pode explodir
Cuidado para não perder a venda que cobre seus olhos
E se você tiver alguma duvida quanto a isso
Ajoelhe-se e peça perdão
Me diga pelo que você luta
Por que seus punhos estão tão fechados?
O míssil que suas mãos lançaram ontem
Matou centenas de crianças naquela escola
E você nem chorou
E porque choraria?
Para entrar no paraíso vale qualquer sacrifício
Não importa quantos inocentes morram
E as lágrimas das mães e dos pais que choram
Nos pés desta guerra
Como você os vê?
São apenas lágrimas de sangue
Que choram nos pés da intolerância
Enquanto você fica ai sentado no seu tanque
As lágrimas coagulam nas entranhas da terra
Guarde bem sua fronteira
Pois está pode ser a última vez que
Que você fique entre as duas linhas
Afinal, você seria capaz de morrer por isto
Sua recompensa é seu maior prêmio
Não importa quantos morram
Não importa quantas lágrimas chorem
Apertar um botão é mais simples
Do que apertar a mão do inimigo
Mas qual inimigo seria mais mortal
Que a culpa?
Você não precisa se preocupar com isso
No paraíso não deve ter motivos
Para sentir remorso
É apenas mais uma guerra
E falando nisso
Pelo que mesmo você luta?
Qual o motivo de toda essa matança?
A quantos mil anos já dura esta guerra?
Penso, enquanto estiver ai, vivo
O que realmente vai ter importância pra você
Quando não estiver mais ai
Atingido por um míssil
Ou fuzilado por uma metralhadora
Ou quem sabe, torturado até a morte
Não importa o que aconteça
Não importa quantas lágrimas de sangue
Sejam derramadas
O paraíso vale qualquer sacrifício

Black horse
http://recantodasletras.uol.com.br/e-livros/1426847
Sandro Kretus


Sandro Kretus

 
Autor
Kretus
Autor
 
Texto
Data
Leituras
959
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.