https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sociais : 

Entrou de gaiata pelo cano

 
Um dia vai morar no céu

da boca de alguém,

Onde entra como trem

E de gaiata pelo cano

Até ao levantar do véu

Deixa-os num vai vem

Tira-lhes a sensatez

Põe a nu as confissões

Sem nenhuma timidez

E assim exige atenções

De sua única musa

Achando que pela tusa

Agarra os cabelos soltos

Da alma que de tão segura

Levanta voo e não volta

Se assim lhe aprazer

E que pode ela fazer

Depois de morta a magia

Continuar com a fantasia

Num solitário reviver

Da imagem do passado

Onde quis adormecer…

Não… amanhã mais uma treta

Inicia novo esquema

E volta a pedir um poema

A outro qualquer pateta

 
Autor
sofiaplatónica
 
Texto
Data
Leituras
799
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 05/04/2009 19:05  Atualizado: 05/04/2009 19:05
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: Entrou de gaiata pelo cano
E em cantos e desencantos desperta uma outra alvorada de enigmas... Um abraçooo! Abílio