https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Esperança : 

P E R E G R I N A Ç Ã O

 
Tags:  vida    escrita    renascer    vfs    criação  
 
dispersei o meu ser no desprender das folhas
às suplicas do solstício. talvez assim também fosse
na essência dos verbos da noite. mas fui levado
para as terras inertes da lembrança cega.
não procurava as palavras revestidas.
e julguei-me perdido nas aparências das sombras.

por estas partes,
o desfiar do destino era ausente. assim, esperei
que as orlas enrugassem para me soltar, agora, no desconhecido
e reunir-me nas escarpas suspensas da luz.

foi o facho do farol da saudade que indicou o sentido.
a ânsia do regresso animou-me
e senti os lábios da esperança. até que, escorrido,
nos campos das framboesas laranjas,
o meu alvéolo finito se enxugou.

e, apesar de mortalmente ferido,
permaneço nas avenidas ocres do poente.

ressuscitarei.
uma e outra vez.

sim. ressuscitarei!
uma.
e outra vez.

pelo som da mão que molda os gestos da criação.
pela escrita da voz que forma as letras primevas do cosmos.

qualquer dia.
um dia!


in Comentários na face da Noite


Vicente Ferreira da Silva

 
Autor
VFS
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1091
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
4
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Pedra Filosofal
Publicado: 23/02/2009 22:32  Atualizado: 23/02/2009 22:33
Colaborador
Usuário desde: 17/09/2007
Localidade: Barreiro
Mensagens: 1279
 Re: P E R E G R I N A Ç Ã O
"sim. ressuscitarei!
uma.
e outra vez.

pelo som da mão que molda os gestos da criação.
pela escrita da voz que forma as letras primevas do cosmos.

qualquer dia.
um dia!"


Se todo o poema me agrada sobremaneira, esta parte final sinto-a quase como um grito, aquele grito que nos chama e que nos deixa enebriados.
Este é favorito.


Enviado por Tópico
deusaii
Publicado: 27/02/2009 09:58  Atualizado: 27/02/2009 09:58
Super Participativo
Usuário desde: 08/10/2008
Localidade: Madeira
Mensagens: 174
 Re: P E R E G R I N A Ç Ã O
simplesmente brilhante