https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Saudade : 

NO TEMPO DA JOVEM GUARDA

 
NO TEMPO DA JOVEM GUARDA
 
O bom tempo da Jovem Guarda vocês querem ver?
Os homens usavam calças apertadas demais
Calça boca-de-sino, pantalona para o chão varrer.
E sapatos de saltos carrapetas, eram todos iguais.

O Roberto Carlos era uma brasa mora
O Erasmo era chamado de tremendão
Wanderléia era a ternurinha que implora
Para o senhor Juiz: pare agora esta união!

O calhambeque era o carro da moda
Virou marca privilegiada e de renome
O refrigerante preferido era a gasosa soda
Limonada que nas festas matavam a fome

O Ed Carlos na época era um menino
Cantava uma música que todos pediam bis
Para os meus filhos hoje eu ensino
O seu grande sucesso, “Estou Feliz”.

Para os bons momentos da Jovem Guarda recordar
Ouça o Programa “Festa de Arromba” na Rádio Capital
Apresentado pelo comunicador Antonio Aguillar
Todo domingo a partir do meio-dia, é sensacional!

Autor: José Carlos Gueta


POETA DO ABC

"Ai que saudade!!! bons tempos... onde eu era feliz e nem sabia!!!"
Teresa Cordioli
 
Autor
guetajo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
7479
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.