https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

MEU CRIME

 
Tags:  reflexão    desilusão  
 

MEU CRIME

Pudera recorrer da sentença
Quisera se tivesse à certeza
Que ao julgarem este meu coração
Não encontrassem beleza
Nem tão pouco a condenação.

Meu corpo violentado no pecado
Pelo ato consumado de meus pais
Flagelado pelo mal
Perante este tribunal
De juizes desleais.

O tempo como advogado de defesa
Marcou meu rosto
Com rugas desnecessárias
De certo que o meu crime
Era amar quem não merecia
E acabei nesta solitária.

Ainda tenho a dor a meu favor
Que simplifica minha maneira de sofrer
Por não se ter identidade própria
Sempre joga pra perder.

Se acaso for absolvido
Não me tapem os ouvidos
É preciso ouvir a acusação
Testemunha dos gemidos
Em voz alta do meu coração.

Pelo autor Marcelo Henrique Zacarelli
26/agosto/2002 Itaquaquecetuba (sp)



Marcelo Henrique Zacarelli

De certo que o meu crime
Era amar quem não merecia
E acabei nesta solitária...
 
Autor
Marcelo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
762
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/03/2009 21:22  Atualizado: 21/03/2009 21:22
 Re: MEU CRIME
Meus aplausos pelo poema!
belissimo!
beijos na alma poética