https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Sonhos de Florbella Espanca

 
Sonhos




Sonhei que era a tua amante querida,
A tua amante feliz e invejada;
Sonhei que tinha uma casita branca
À beira dum regato edificada…

Tu vinha ver-me, misteriosamente,
A horas mortas quando a terra é monge
Bater o coração quando de longe

Te ouvia os passos. E anelante
Estava nos teus braços num instante,
Fitando com amor os olhos teus!

E, vê tu, meu encanto, a doce mágoa:
Acordei com os olhos rasos d´água,
Ouvindo a tua voz num longo adeus!!!

Florbela Espanca - Trocando olhares
Abrazos y besitos
maravilhosa.


Sol Pitanga

 
Autor
SOLPITANGA
 
Texto
Data
Leituras
1402
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 22/07/2009 20:59  Atualizado: 22/07/2009 20:59
 Re: Sonhos de Florbella Espanca
Lindo poema! Ler Florbela concui-se que era uma mulher atormentada! Já me apercebi noutro texto que sabes o que é isso!

Beijos

Open in new window