https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Coração é terra que ninguém vê

 
Quis ser um dia, jardineira
de um coração.
Sachei, mondei - nada colhi.
Nasceram espinhos
e nos espinhos me feri.

Quis ser um dia, jardineira
de um coração.
Cavei, plantei.
Na terra ingrata
nada criei.

Semeador da Parábola...
Lancei a boa semente
a gestos largos...
Aves do céu levaram.
Espinhos do chão cobriram.
O resto se perdeu
na terra dura
da ingratidão.

Coração é terra que ninguém vê
- diz o ditado.
Plantei, reguei, nada deu, não.
Terra de lagedo, de pedregulho
- teu coração.
Bati na porta de um coração.
Bati. Bati. Nada escutei.
Casa vazia.
Porta fechada,
foi que encontrei...


Cora Coralina
( 20/08/1889 — 10/04/1985)
Autores Clássicos no Luso-Poemas
(pseudônimo de Ana Lins do Guimarães Peixoto Bretas)

 
Autor
Cora Coralina
 
Texto
Data
Leituras
2156
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
uesle
Publicado: 05/08/2009 09:16  Atualizado: 05/08/2009 09:16
Muito Participativo
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 55
 Re: Coração é terra que ninguém vê
No terreno pedregoso deste coração não nasce amor, nasce rejeição...Mas bater, bater pode causa-lo uma explosão...
lindo, como tudo que sai do teu interior, sempre bem temperado na medida do teu amor.
muitos beijos cara poetisa

bom dia,
por uesle

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/11/2009 15:33  Atualizado: 21/11/2009 15:33
 Re: Coração é terra que ninguém vê
Muito bonito!