https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Damas da Noite

 
Das sombras inquietantes
Surgem dríades de gestos cálidos
Que com seus toques envolventes
Levam-me até os infindos
De uma natureza desconhecida
E nunca dantes desbravada

Bailam ao som de uma
Canção suave e sedutora
Que aos poucos me fazem
Esquecer da solidão lancinante
Apoderada de uma vida
Desmedida

Lançam ao balanço do vento
Brandas carícias
Que de encontro à pele
Remetem-se ao nascimento
De Vênus nua e pura.

Mas logo ferem os céus
Despejando largos trovões
Aquietam-se em seu reduto
Caladas

Até que estrelas devolutas
Voltem ao firmamento
Tecendo o seu longo brilho
E assim cativando o ventre
De uma alma que vaga perdida
Pela escuridão.

Open in new window

 
Autor
R.M.
Autor
 
Texto
Data
Leituras
673
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 18/08/2009 01:16  Atualizado: 18/08/2009 01:16
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15097
 Re: Damas da Noite
Faz poesia do jeito que eu gosto. Adorei! Abraços!


Enviado por Tópico
AmandaCarvalho
Publicado: 18/08/2009 03:09  Atualizado: 18/08/2009 03:09
Participativo
Usuário desde: 06/01/2009
Localidade: Salvador - Bahia - Brasil
Mensagens: 41
 Re: Damas da Noite
belo poema, contínuo, doce...