https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Triste Outubro

 
Ó Outubro dos meus desalentos,
Que de amarga sina cumpre teu triste fardo,
És vil e cruel com meus sentimentos,
Que já agora doces pensares em minha alma guardo.

Carregas em teu ventre a chama da desilusão,
Manchas meus dias duras penas de sofrimento,
Semeias em meu recôndito apenas escuridão
Donde vozes ecoam aflitas em perdido lamento.

Ó Outubro inimigo dos amantes desconhecidos,
Levastes com tua fúria incontida
Aquele sonho que um dia em ti construímos,
Sendo hoje apenas recordação perdida?

Por que fizeste isso com nossos corações?
Tragastes no teu imo esperanças de felicidade,
Vagas, ainda que intensas de emoções,
Para sempre enterrada nos braços da eternidade...
Open in new window

 
Autor
R.M.
Autor
 
Texto
Data
Leituras
964
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Akhenaton/Elias
Publicado: 03/01/2010 17:27  Atualizado: 03/01/2010 17:27
Colaborador
Usuário desde: 31/12/2009
Localidade: Porto Velho - Rondonia - Brasil
Mensagens: 1149
 Re: Triste Outubro
Adorei os versos traçados em rimas perfeitas e de grande sensibilidade.

Abraços!

Felicidades!


Enviado por Tópico
marylife
Publicado: 10/01/2010 16:17  Atualizado: 10/01/2010 16:17
Participativo
Usuário desde: 09/01/2010
Localidade: Ribeirao Preto
Mensagens: 17
 Re: Triste Outubro
parabens poeta um grande poeta realmente, senti na alma cada palavra formada em seu poema triste outubro. bjus