https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Janela da Imaginação

 
Vagando por desertos de palavras
Tenta de alguma forma encontrar
Um simples verso capaz de transformar
Pensamentos perdidos na escuridão
Na mais amena e mansa ilusão

Baila ao som das cordas que pairam ao vento
Conduzindo um artístico espetáculo
Que ilumina a alma e os sentimentos
Dos viajantes atentos às páginas abertas
De um livro escrito com a eterna imaginação

Desanuviam-se suas lembranças,
Perdidas através dos longos anos,
Quando ao vagar por terras longínquas
Adentra repentinamente
No reino esquecido da sua infância

Não morremos ao deixar de viver,
Morremos ao deixar de sonhar.
Open in new window

 
Autor
R.M.
Autor
 
Texto
Data
Leituras
652
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Carinaa
Publicado: 08/09/2009 23:56  Atualizado: 08/09/2009 23:56
Participativo
Usuário desde: 08/10/2008
Localidade:
Mensagens: 24
 Re: Janela da Imaginação
Adorei o final "Não morremos ao deixar de viver,
Morremos ao deixar de sonhar."
Pura verdade.


Enviado por Tópico
ArthurGameiro
Publicado: 09/09/2009 00:08  Atualizado: 09/09/2009 00:08
Da casa!
Usuário desde: 16/07/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 257
 Re: Janela da Imaginação
"Nunca se afaste de seus sonhos, pois se eles se forem, você continuara vivendo, mas terá deixado de existir".

Charles Chaplin

BELISSIMO POEMA.
Parabens...
Arthur Gameiro