https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Por toda a eternidade

 
Open in new window



Desvencilho os acasos desta vida, e dos tempos, recebo a resposta do meu incansável pedir.
Agarrei-me em cada lauda e
e verso traçado, para que tu soubesses de mim, o quanto amo.
E nelas, deixei-te impresso aos olhos toda magnitude desse meu exagerado jeito de sentir.
Meu estado desgarrado de qualquer crença sobre o amor, hoje não me é mais soberano.

Faço-te meu bálsamo necessário. Tu és a razão de qualquer cura. De ti, refaço-me em vida.
E quando tu ecoas as palavras que tanto me aliviam, sinto-me nos braços de um anjo de luz.
Tu carregas no sorriso, minha necessidade de sorrir. Tu és a mim, a única saída.
Completamo-nos no que somos. Sou a tua loucura comedida e tu, a razão que me conduz.

Sigo tua senda por estes caminhos que o amor traça aos corações daqueles que esperam.
Não fugirei dos ventos que te trazem, nem deixarei que te leve de mim, a forte tempestade.
Cuidarei dos teus olhos verdes, que a mim, numa tarde de encantos maiores se fizeram.
E unidos ao que somos, deixaremos escrito o que está escrito por toda a eternidade.


Amo-te.


Jey

 
Autor
Jey
Autor
 
Texto
Data
Leituras
876
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 30/08/2009 13:05  Atualizado: 30/08/2009 13:07
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Por toda a eternidade
Jey,
primeiramente agradeço-te ires ao meu espaço
e fazeres-me sentir que vale a pena exprimir
o que me vai na alma. Sabes? É que até aqueles
que parecem às vezes estar muito seguros, "são freneticamente inseguros" e precisam desses (mimos), mais do que seria razoável!
O que acabo de ler aqui não só é um excelente texto, como revela que o autor domina com segurança a profundidade das palavras. As talha com sabedoria e sensibilidade.
Sou perspicaz nessa espécie de análise até porque já tive como função descobrir novos talentos na escrita. E tu és seguramente alguém que escreve à muito e com um talento consolidado na experiência da escrita.
Valeu...! Tinha que te dizer por portas e travessas, que adorei o que escreveste. Vou estar mais atenta. Prometo.
Beijo e desculpa a falta de formalismos. É que sinto que falo com um amigo...!
Vóny Ferreira