https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Lambe-me a brisa

 
Lambe-me a brisa
nesta noite quase fria
caminho embriagado
pelo azul que bebi do dia
as sombras cheias de melancolia
hospedam-se no meu silêncio
a palavra incerta
acolhe o pensamento
e respira o hálito do vento
com uma lufada de odores
vindos de corpos quentes.

Ouvem-se latidos abafados
apanágios das feras
que assaltam pocilgas
e a noite nada de novo revela
e assim continua
a aparência da vida.

Insignificantes estas palavras
que acabam, como sempre
a não conduzir a nada
eu apenas sei
que sou o primeiro e último
a caminhar nesta estrada.



Jorge Oliveira

VISITE E COMENTE O MEU BLOG

Mais poemas em:


http://afacedossentidos.blogspot.com/

 
Autor
quidam
Autor
 
Texto
Data
Leituras
598
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
6
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Amora
Publicado: 13/09/2009 18:03  Atualizado: 13/09/2009 18:03
Colaborador
Usuário desde: 08/02/2008
Localidade: Brasil
Mensagens: 4763
 Re: Lambe-me a brisa
Já ouvi dizerem que a melancolia dá bons poetas, bons músicos, bons pintores.
Eu acredito.

De uma tristeza muito elegante o teu poema.

Beijinho

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 13/09/2009 18:26  Atualizado: 13/09/2009 18:26
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11186
 Re: Lambe-me a brisa
Jorge,
Um poema magnífico, como sempre.
Beijo
Nanda

Enviado por Tópico
joseluislopes
Publicado: 13/09/2009 18:38  Atualizado: 13/09/2009 18:38
Colaborador
Usuário desde: 22/03/2009
Localidade:
Mensagens: 3351
 Re: Lambe-me a brisa
Li o silêncio de quem escreve.

Reconheci o mesmo silêncio que tantas vezes me deixa de página em branco.

No seu caso a letras nasceram e bem.

Um abraço

JLL

Enviado por Tópico
Ledalge
Publicado: 13/09/2009 18:42  Atualizado: 13/09/2009 18:42
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2007
Localidade: BRASIL
Mensagens: 6880
 Re: Lambe-me a brisa
Olá Jorge!

Sua poética é muito expressiva. Parece um diário delicado de amarguras, numa sensibilidade sem par.

Parabéns!

Núria

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 13/09/2009 21:54  Atualizado: 13/09/2009 21:54
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Lambe-me a brisa
Este belo poema fala bem da
tua sensibilidade
e do teu talento.
Muito, muito bonito

Vóny Ferreira

Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 13/09/2009 21:59  Atualizado: 13/09/2009 21:59
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12084
 Re: Lambe-me a brisa
Nostálgico, sensivel e extremamente belo, parabéns.

Beijos