https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

ALMA PERDIDA

 
ALMA PERDIDA
 
Passa tão longe a voz deste peso
Que dissolve no silêncio as horas
do sonho desfeito que eu queria ileso
em uma ou duas pétalas de rosas.

Eu apenas queria um só dia preso
Nas ruas exaustas de noites silenciosas
Atado à sombra de um candeeiro aceso
A moldar seus gestos em almas milagrosas

Eu não pedira tanto! Apenas suas mãos
com o dever de sempre cumprir a vida
para que meus desgostos não sejam vãos

Poder respirar um pouco do ar que há
E minha alma de sonhos por ai perdida
poder ter saudades do sonho que virá.


Jorge Oliveira

VISITE E COMENTE O MEU BLOG

Mais poemas em:


http://afacedossentidos.blogspot.com/

Foto de João Lobo
 
Autor
quidam
Autor
 
Texto
Data
Leituras
3102
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
26 pontos
10
0
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/12/2008 12:22  Atualizado: 19/12/2008 12:22
 Re: ALMA PERDIDA
por vezes nos sentimos perdidos em pensamentos, nossa alma vaga sem destino, mas temos que ter consciência que tudo está ao nosso alcance e somente nós podemos realizar nossos sonhos. amo sonetos e esse está belo. bj

Enviado por Tópico
Ledalge
Publicado: 19/12/2008 12:41  Atualizado: 19/12/2008 12:41
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2007
Localidade: BRASIL
Mensagens: 6880
 Re: ALMA PERDIDA
Olá Jorge! Dizer que admiro imenso tudo que escreves seria redundância; no momento digo que minha alma se perde por vezes em busca do desconhecido. Parabéns por mais um belo escrito! Beijos, Núria

Enviado por Tópico
mim
Publicado: 19/12/2008 12:59  Atualizado: 19/12/2008 12:59
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2008
Localidade:
Mensagens: 2858
 Re: ALMA PERDIDA
A minha alma se perde a ler as tuas palavras.

jinhos doces

Enviado por Tópico
LuisaMargaridaRap
Publicado: 19/12/2008 13:15  Atualizado: 19/12/2008 13:15
Colaborador
Usuário desde: 19/08/2008
Localidade: Portalegre - Alentejo
Mensagens: 1512
 Re: ALMA PERDIDA
Quidam, gostei deste teu poema em forma de reflexão, sabes muitos de nós ( em pequenos momentos) também nos sentimos de alma perdida...


beijos

Luisa Raposo

Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 19/12/2008 16:53  Atualizado: 19/12/2008 16:53
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12083
 Re: ALMA PERDIDA
Temos momentos que parece que perdemos mesmo a alma, mas ela sempre renascerá.
Belo poema este fica comigo.

Beijos

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 19/12/2008 17:07  Atualizado: 19/12/2008 17:07
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5064
 Re: ALMA PERDIDA
Quidam,

Belo soneto...

Como alguém certo momento referiu...só tenho saudades do futuro!...

Um abraço

Enviado por Tópico
MartaVasil
Publicado: 19/12/2008 20:55  Atualizado: 19/12/2008 20:55
Da casa!
Usuário desde: 30/11/2008
Localidade:
Mensagens: 215
 Re: ALMA PERDIDA
Novamente foi um prazer enorme ler-te.
Penso: saudades do que perdemos/ saudades daquilo que nunca tivemos. que saudades queremos e não queremos? porque temos saudades do que nunca tivemos, se ainda o não vivemos? pelo sonho que estas saudades arrastam? como forma e caminho de encontrar a alma que se julga perdida?

Um beijo

Marta Vasil

Enviado por Tópico
saozinha
Publicado: 19/12/2008 21:27  Atualizado: 19/12/2008 21:27
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2008
Localidade:
Mensagens: 1606
 Re: ALMA PERDIDA
Quidam:
Este tambem e um lindo poema.
Os desgostos nunca são em vão,aprendemos muito com eles.
Serà que a alma andara de sonhos perdida?
Gostei muito.

Enviado por Tópico
AlmaReveladora
Publicado: 20/12/2008 01:52  Atualizado: 20/12/2008 01:52
Super Participativo
Usuário desde: 27/11/2008
Localidade:
Mensagens: 167
 Re: ALMA PERDIDA
beijossssssss
Open in new window

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 20/12/2008 02:19  Atualizado: 20/12/2008 13:53
 Re: ALMA PERDIDA
ter saudade do sonho que virá.
como desmoldar a alma do poeta para que os desgostos não sejam vãos?

quero saber.

abraço Jorge, meu fraterno abraço Poeta.
Silveira

Boas Festas!