https://www.poetris.com/

 
« 1 ... 673 674 675 (676) 677 »
Textos deste autor
Offline
HELDER-DUARTE
SE PALAVRAS HOUVERA
Ah! se neste ser houvera... Palavras para junto de ti levar, O que ainda não levara, No meu já ta...
Enviado por HELDER-DUARTE
em 27/11/2006 11:16:28
Textos deste autor
Offline
HELDER-DUARTE
MINHA CIDADE
Minha cidade, Minha Lamego! Tanta caridade, Que te tenho!... Ir-me-ei embora? Ficarei contigo? É...
Enviado por HELDER-DUARTE
em 27/11/2006 11:10:00
Textos deste autor
Offline
HELDER-DUARTE
TERRAS DOS GODOS
Terras dos godos, Reinos Ibéricos. Continuemos lutando, O mal enfrentando, Com nossas armas valo...
Enviado por HELDER-DUARTE
em 27/11/2006 11:00:00
Textos deste autor
Offline
HELDER-DUARTE
ESPERANÇA
No dia em que não ter nada, Se isso me acontecer, E a noite me envolva, Nada vou temer... Porque...
Enviado por HELDER-DUARTE
em 27/11/2006 10:50:00
Textos deste autor
Offline
HELDER-DUARTE
AI SE
Ai se a oliveira desse fruto! Em casa haveria azeite. Ai se erva, a ovelha comesse, O cordeiro te...
Enviado por HELDER-DUARTE
em 27/11/2006 10:10:00
Textos deste autor
Offline
HELDER-DUARTE
O MAR
E a terra lhe disse: Mar porque me bates, Com teu modo, esse, Que de Deus, não tem artes? Se de ...
Enviado por HELDER-DUARTE
em 26/11/2006 20:10:00
Textos deste autor
Offline
HELDER-DUARTE
MAIS PERTO
MAIS PERTO Desejo estar contigo, Não tanto o quanto agora estou! Mas mais perto, meu amigo, Quer...
Enviado por HELDER-DUARTE
em 26/11/2006 19:58:53
Textos deste autor
Offline
HELDER-DUARTE
ISSO NÃO PENSO
Oh vós que pensais, Que eu penso, Que sou perfeito! Tal não façais! Porque eu muito errei, E ain...
Enviado por HELDER-DUARTE
em 26/11/2006 19:40:00
Textos deste autor
Offline
HELDER-DUARTE
FILHOS DE NOÉ
«Às armas e os barões assinalados...»! Começa o poeta no seu cântico, De género épico... Cantando...
Enviado por HELDER-DUARTE
em 26/11/2006 19:24:46
Textos deste autor
Offline
HELDER-DUARTE
ESPÍRITO SANTO
E o vento me disse: Eis que sou livre. Porque de Deus sou, E ao mundo ele me enviou! Em nome de ...
Enviado por HELDER-DUARTE
em 26/11/2006 19:17:30
Textos deste autor
Offline
HELDER-DUARTE
LAODICEIA
«Igreja de Laodiceia»!... De novo contigo falo... Eu que Pai sou, da existência, Em relação a ti,...
Enviado por HELDER-DUARTE
em 26/11/2006 19:10:00
Textos deste autor
Offline
HELDER-DUARTE
POVO DE DEUS
Oh vós que em PORTUGAL de Deus sois! Um apelo vos faço pois... Vós que ministérios tendes de Cris...
Enviado por HELDER-DUARTE
em 26/11/2006 18:55:51
Textos deste autor
Offline
HELDER-DUARTE
JULGA-ME
Julga-me DEUS! Desse teu modo, Tão SANTO. De atributos TEUS. Ainda espero em ti... Não noutro......
Enviado por HELDER-DUARTE
em 26/11/2006 18:39:53
Textos deste autor
Offline
HELDER-DUARTE
MEDO
Medo porque ter? Medo de quê?!... De que ser? Mas porquê?! Medo da morte... Ou da vida, Do Norte...
Enviado por HELDER-DUARTE
em 26/11/2006 18:36:12
Textos deste autor
Offline
Tália
Mar da Barra
Fui ver o Mar à Barra Fiquei rendida com o seu encanto Cheio de pérolas e fios de prata Estava bo...
Enviado por Tália
em 26/11/2006 18:06:51
Textos deste autor
Offline
ângelaLugo
Caminhos
Um beijo, um abraço. Vem pra cá que te enlaço Não fiques no embaraço Deixa-me no teu espaço Vamo...
Enviado por ângelaLugo
em 20/11/2006 22:05:23
Textos deste autor
Offline
jorgehumberto
BEIJO
(para Beatriz Guimarães) No amplo largo da janela, De corpo dorido e cansado, Inda o sol ass...
Enviado por jorgehumberto
em 20/11/2006 16:39:45
Textos deste autor
Offline
jorgehumberto
NÃO MAIS
NÃO MAIS Meus olhos esperam por ti, ansiando, Minha respiração é um mar de frescura, Dispo-me d...
Enviado por jorgehumberto
em 19/11/2006 17:56:25
Textos deste autor
Offline
Stacarca
VII-P. Soneto triste
VII-P. Soneto triste Co'um pranto triste espúria vaga Em pobre vida tanta melancolia Ó c...
Enviado por Stacarca
em 18/11/2006 20:00:00
Textos deste autor
Offline
jorgehumberto
FLOR DO CAMPO
Minha flor, é flor do campo, É luz que descobre pela manhã E na erva poisa seu manto, Salpicad...
Enviado por jorgehumberto
em 17/11/2006 11:41:31
« 1 ... 673 674 675 (676) 677 »