https://www.poetris.com/

 
(1) 2 »
Textos deste autor
Offline
ProtoCloud
PLASIL
Este texto pode ferir a susceptibilidade dos leitores mais sensíveis.
Enviado por ProtoCloud
em 06/01/2018 22:06:50
Textos deste autor
Offline
joao20
100% machucado
Porque é que o amor magoa tanto? No começo parece um conto de fadas Mas no fim das contas só rest...
Enviado por joao20
em 19/03/2017 16:51:09
Textos deste autor
Offline
João Marino Delize
Pesadelo
Pesadelo Fui dormir tarde da noite muito cansado. Quando deitei em minutos eu já dormia. Eis q...
Enviado por João Marino Delize
em 09/02/2017 13:12:12
Textos deste autor
Offline
Poeta.sem.Alma
Odor de Ti
Odor de Ti Suave olhar teu, que sobre mim desce, que vês? Um poeta? Mentes amor meu, jardim nã...
Enviado por Poeta.sem.Alma
em 18/07/2015 13:44:31
Textos deste autor
Offline
MarySSantos
constatação
não sabia que no mundo que adentrei não há pausas pra descansar encegueiradas que ficam as m...
Enviado por MarySSantos
em 20/02/2015 12:14:05
Textos deste autor
Offline
shallow
06 meses
Faz 6 meses Desde que te vi Faz 6 meses Desde que morri Faz 6 meses Desde que parti Faz 6 mes...
Enviado por shallow
em 24/11/2014 17:59:09
Textos deste autor
Offline
cleo moreno
TEMPO ao TEMPO
Também de mim o tempo nada sabe... Mas, teimoso que é, insiste em remontar estórias, mudar opiniõ...
Enviado por cleo moreno
em 19/04/2014 23:32:01
Textos deste autor
Offline
amacsequeira
Agonia
Agonia É uma lágrima na manhã cinzenta uma rosa numa mão fechada um suspiro na corrida lenta um ...
Enviado por amacsequeira
em 05/01/2014 17:18:16
Textos deste autor
Offline
Nanda
Sinais
Chove desalmadamente, opera-se o pranto Não fui eu quem pediu aos céus este dilúvio São sinais, ...
Enviado por Nanda
em 05/06/2013 22:39:01
Textos deste autor
Offline
Alessa
Na Cova dos Desgarrados
Tarde fria Nada se via Ao longe se ouvia Alguém que sorria Numa tarde sombria Enquanto outro sofr...
Enviado por Alessa
em 20/01/2013 23:28:05
Textos deste autor
Offline
Nanda
Permuta
O mundo não me pertence Nada nele é minha posse Cheguei despido de bens A vida não me quis bem D...
Enviado por Nanda
em 11/11/2012 23:48:01
Textos deste autor
Offline
fotograma
a poesia morreu na praia
todo dia a carcaça me olhava feio e pedia meu nariz e cheirava mal e fedia infestando de agonia e...
Enviado por fotograma
em 01/11/2012 13:01:57
Textos deste autor
Offline
visitante
AGONIA
Isso que eu sinto aqui dói, Não tem graça E é quase uma agonia... Alastra-se E distribui-se Qua...
Enviado por visitante
em 29/06/2012 18:37:58
Textos deste autor
Offline
FatinhaMussato
O SUICÍDIO...
O SUICÍDIO... by FatinhaMussato O suicídio é porta larga Que conduz a muito a dor! É roteiro d...
Enviado por FatinhaMussato
em 04/04/2012 01:58:38
Textos deste autor
Offline
Dalila
Se eu pudesse...
Sonho-te tantas vezes, mais do que as que devia. E em todos esses sonhos procuro-te, quero-te (e ...
Enviado por Dalila
em 29/03/2012 19:22:20
Textos deste autor
Offline
Nanda
Agonia
De ignava sorte se arrastava à deriva num batel de parco porte já náufrago da vida se imaginava ...
Enviado por Nanda
em 14/09/2011 22:24:37
Textos deste autor
Offline
João Marino Delize
Melancolia
Melancolia Os que me vêm passar o dia a dia Não sabem o que estou sentindo Não sabem da minha ...
Enviado por João Marino Delize
em 07/11/2010 21:36:39
Textos deste autor
Offline
FatinhaMussato
POR QUE PASSAS TÃO DEVAGAR?
POR QUE PASSAS TÃO DEVAGAR? by FatinhaMussato Tempo... Por que passas tão devagar? São horas ...
Enviado por FatinhaMussato
em 02/05/2010 22:02:52
Textos deste autor
Offline
vanriz
Deixa pra lá...
Deixa pra lá... Os momentos que na garganta há um nó! Saudade da boca, do gosto, do cheiro! Que e...
Enviado por vanriz
em 17/01/2010 00:09:48
Textos deste autor
Offline
poeta-perdido
Moço no Poço
Enterrado no poço Esquecido no beco Estou nu tão seco Cru, podre moço Se encontra em alvoroço Pe...
Enviado por poeta-perdido
em 09/12/2009 20:26:38
(1) 2 »