https://www.poetris.com/
José Régio : Cântico Negro
em 03/04/2009 14:30:00 (13339 leituras)
José Régio


"Vem por aqui" — dizem-me alguns com os olhos doces
Estendendo-me os braços, e seguros
De que seria bom que eu os ouvisse
Quando me dizem: "vem por aqui!"
Eu olho-os com olhos lassos,
(Há, nos olhos meus, ironias e cansaços)
E cruzo os braços,
E nunca vou por ali...
A minha glória é esta:
Criar desumanidades!
Não acompanhar ninguém.
— Que eu vivo com o mesmo sem-vontade
Com que rasguei o ventre à minha mãe
Não, não vou por aí! Só vou por onde
Me levam meus próprios passos...
Se ao que busco saber nenhum de vós responde
Por que me repetis: "vem por aqui!"?

Prefiro escorregar nos becos lamacentos,
Redemoinhar aos ventos,
Como farrapos, arrastar os pés sangrentos,
A ir por aí...
Se vim ao mundo, foi
Só para desflorar florestas virgens,
E desenhar meus próprios pés na areia inexplorada!
O mais que faço não vale nada.

Como, pois, sereis vós
Que me dareis impulsos, ferramentas e coragem
Para eu derrubar os meus obstáculos?...
Corre, nas vossas veias, sangue velho dos avós,
E vós amais o que é fácil!
Eu amo o Longe e a Miragem,
Amo os abismos, as torrentes, os desertos...

Ide! Tendes estradas,
Tendes jardins, tendes canteiros,
Tendes pátria, tendes tetos,
E tendes regras, e tratados, e filósofos, e sábios...
Eu tenho a minha Loucura !
Levanto-a, como um facho, a arder na noite escura,
E sinto espuma, e sangue, e cânticos nos lábios...
Deus e o Diabo é que guiam, mais ninguém!
Todos tiveram pai, todos tiveram mãe;
Mas eu, que nunca principio nem acabo,
Nasci do amor que há entre Deus e o Diabo.

Ah, que ninguém me dê piedosas intenções,
Ninguém me peça definições!
Ninguém me diga: "vem por aqui"!
A minha vida é um vendaval que se soltou,
É uma onda que se alevantou,
É um átomo a mais que se animou...
Não sei por onde vou,
Não sei para onde vou
Sei que não vou por aí!




**************************************************


Imprimir este poema Enviar este poema a um amigo Salvar este poema como PDF
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 04/03/2009 14:30  Atualizado: 04/03/2009 14:33
 Re: Cântico Negro p/ Todos
Recomendo que todos ouçam a declamação do poeta, é uma lição no ato de declamar!!

Obrigada Cleo, por esta contribuição! Agradeço por compartilhar!!

Helen De Rose
Moderadora dos Consagrados

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/03/2009 17:58  Atualizado: 12/03/2009 17:58
 Re: Cântico Negro
Espantoso!
Rico em lições!
Helen de Rose tem toda a razão.
Obrigado, Cleo.


Enviado por Tópico
Ophis
Publicado: 16/06/2009 18:42  Atualizado: 16/06/2009 18:42
Muito Participativo
Usuário desde: 14/06/2009
Localidade: Montemor-o-Novo
Mensagens: 70
 Re: Cântico Negro
Sem dúvida um dos poemas que mais gosto, estava desiludida por não o ter ainda encontrado!
Uma filosofia de vida a seguir!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 20/11/2009 22:20  Atualizado: 20/11/2009 22:20
 Re: Cântico Negro
Quanto mais o leio mais quero ler...
divinal!!!!


Enviado por Tópico
Genoveva
Publicado: 07/02/2010 21:24  Atualizado: 07/02/2010 21:24
Novo Membro
Usuário desde: 25/01/2010
Localidade: uma pequena cidade a 23 kms de coimbra
Mensagens: 1
 Re: Cântico Negro
Que bom foi reler José Régio neste inesquescível poema!! Desde os meus quinze anos que me identifico com este poema e ainda hoje sinto cada palavra
"não sei por onde vou,
Não sei para onde vou
Só sei que não vou por aí"

Genoveva


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 20/05/2012 18:22  Atualizado: 20/05/2012 18:22
 Re: Cântico Negro
choro sempre que ouço o Villaret dizendo este poema;
pra mim, dos maiores já escritos em qualquer tempo.





Enviado por Tópico
TrabisDeMentia
Publicado: 03/05/2014 16:55  Atualizado: 03/05/2014 16:57
Webmaster
Usuário desde: 25/01/2006
Localidade: Bombarral
Mensagens: 2264
 Re: Cântico Negro

https://www.youtube.com/watch?v=oQL0dYNwJjk&t=7m45s

Interpretado por Elisabete Luis Fialho

Enviado por Tópico
Cezarubaldo
Publicado: 03/05/2014 17:26  Atualizado: 03/05/2014 17:26
Muito Participativo
Usuário desde: 14/08/2012
Localidade: Feira de Santana-Bahia-Brasil
Mensagens: 79
 Re: Cântico Negro
Uma obra-prima da poesia.Uma visão magistral do que se é e do que se pode fazer.Perceber a fraqueza humana,os caminhos por onde andar.José Régio e Cântico Negro,uma existência.Sou feliz por ter interpretado essa obra-prima muitas vezes nos palcos.

Links patrocinados

Visite também...