https://www.poetris.com/
Fernando Pessoa : VII - Da minha aldeia
em 30/04/2007 19:40:00 (8333 leituras)
Fernando Pessoa


Da minha aldeia vejo quando da terra se pode ver no Universo....
Por isso a minha aldeia é grande como outra qualquer
Porque eu sou do tamanho do que vejo
E não do tamanho da minha altura...

Nas cidades a vida é mais pequena
Que aqui na minha casa no cimo deste outeiro.
Na cidade as grandes casas fecham a vista a chave,
Escondem o horizonte, empurram nosso olhar para longe de todo o céu,
Tornam-nos pequenos porque nos tiram o que os nossos olhos nos podem dar,
E tornam-nos pobres porque a única riqueza é ver.


Alberto Caeiro - O Guardador de rebanhos


Leitura de Rui Diniz, poema incluido na 2ª edição do podcast Lucidez - Segredos e Perguntas

Alberto Caeiro - D...



**************************************************


Imprimir este poema Enviar este poema a um amigo Salvar este poema como PDF
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Manuela Fonseca
Publicado: 21/07/2007 17:10  Atualizado: 21/07/2007 17:10
Colaborador
Usuário desde: 13/06/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 885
 Re: Da minha aldeia
Parabéns Rui Diniz!!

Momentos lindos, numa voz que nos delicia...

Beijo*

Manuela Fonseca

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 28/02/2009 15:06  Atualizado: 28/02/2009 15:06
 Re: VII - Da minha aldeia
Linda leitura na voz de Rui Diniz.

Links patrocinados

Visite também...