https://www.poetris.com/
Sophia Andresen : As ondas do mar quebravam uma a uma
em 27/05/2011 18:51:32 (4296 leituras)
Sophia Andresen




As ondas do mar quebravam uma a uma
Eu estava só com a areia e com a espuma
Do mar que cantava só para mim




( “ Dia do Mar “ 2005, Lisboa, Editorial Caminho)


Imprimir este poema Enviar este poema a um amigo Salvar este poema como PDF
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Transversal
Publicado: 28/05/2011 02:25  Atualizado: 28/05/2011 02:25
Colaborador
Usuário desde: 02/01/2011
Localidade: Fortaleza - Lisboa
Mensagens: 3687
 Re: As ondas do mar quebravam uma a uma
É brutal como se sente o mar neste texto, como parece que o mar está mesmo ali, aqui, e que somos também mar…Brutal a sensibilidade da Poetisa Maior, deliciosamente…”cantava só para mim”

Links patrocinados

Visite também...