http://www.luso-poemas.net/modules/smartsection/item.php?itemid=3048
 
Poemas : 

LINHA DO TEMPO

 

Trilho meu caminho a cada manhã,
Não me importando com quantos passos terei de dar,
Mais sim onde quero chegar,
Sem pensar no dia de amanhã.

Ao passar deixo meus passos no chão,
Para que aqueles que amo saibam aonde vou,
Não costumo caminhar em vão,
Mais agora já não importa onde estou.

Minha mente se torna clara,
E a cada milagre que meus olhos vêem,
Meus passos se tornam lentos,
Para que apreciar o mundo a fora eu possa.

Desmoronando todo o muro de concreto,
Abrindo caminho para passagem,
E mesmo que o caminho aponte reto,
Sei que também tem suas desvantagens.

Se erros eu cometer,
Sei que serei capaz de me perdoar,
Se por amor eu me perder,
Sei que ainda terei o ar para respirar.

Assim continuo a vida,
Sem ter medo de caminhar,
Pois eu teria a maior dívida,
Se a qualquer deslize desistisse de tentar.


Tatiane Nunes Freire

 
Autor
TNF
Autor
 
Texto
Data
Leituras
5237
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
lfracalossi
Publicado: 06/02/2011 17:51  Atualizado: 06/02/2011 17:51
Da casa!
Usuário desde: 04/05/2009
Localidade: Campo Grande -MS -Brasil
Mensagens: 433
 Re: LINHA DO TEMPO
Absolutamente correto poeta!
Nada é pior que a dúvida de não ter tentado...

Beijo
Lou
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...