http://spumis.pt/

 
« 1 ... 83 84 85 (86) 87 88 89 ... 122 »
Offline
AjAraujo
Novo Ar *
No ar vociferam as datas enferrujadas na umidade dos lamentos, lacrados em covardia. No ar desli...
Enviado por AjAraujo
em 16/05/2010 12:03:45
Offline
AjAraujo
Quase nada *
Sabem dos dias mas, não sabem dos momentos. Sabem das poesias mas, não sabem dos versos. Sabem ...
Enviado por AjAraujo
em 16/05/2010 00:59:20
Offline
AjAraujo
Vida besta *
Eta vida mais besta esta que a gente tem que levar fingindo-se cego, burro e louco. Eta bebida...
Enviado por AjAraujo
em 16/05/2010 00:55:12
Offline
AjAraujo
Sem destinatário *
O tempo é medida inexata. Adormeça o seu medo em vazios. E desperte a criança de seios crescid...
Enviado por AjAraujo
em 15/05/2010 14:23:41
Offline
AjAraujo
Fator Negativo nos Ares *
Tentarei escrever um poema para afastar o tédio, para amansar a dor, para amamentar os segredos, ...
Enviado por AjAraujo
em 15/05/2010 12:51:06
Offline
AjAraujo
Fileira Inglória *
Na fila. Sempre na fila. Na fila do solário sumário. Na fila do sanatório coletivo. Na fila do...
Enviado por AjAraujo
em 15/05/2010 12:42:55
Offline
AjAraujo
O Visionário *
dedicado a Murilo Mendes(poeta mineiro). Em suas feridas apostólicas ardem estrofes catastrófica...
Enviado por AjAraujo
em 14/05/2010 20:01:48
Offline
AjAraujo
Mistura Perfeita *
Caiu, esparramado no chão. Nascido no acaso e do momento errado. Sorriu, meio sem jeito, um háli...
Enviado por AjAraujo
em 14/05/2010 19:56:00
Offline
AjAraujo
Silêncio da Cidade *
Uma a uma, numa humana cena urbana as janelas são abertas escancarando a vergonha da cidade que r...
Enviado por AjAraujo
em 14/05/2010 19:50:46
Offline
AjAraujo
Reinvenção da Coragem *
Esqueça esta agonia que arde sob os oceanos e atrai os peixes ao suicídio. Negue, se puder, esta...
Enviado por AjAraujo
em 14/05/2010 02:29:45
Offline
AjAraujo
Insanidade Literária *
Nestes graves momentos insano-literários a poesia brota das brutas botas negras. E com os olhos, ...
Enviado por AjAraujo
em 14/05/2010 02:23:15
Offline
AjAraujo
Risco de Sangue *
Quando à noite os punhais rasgam a pele do céu deixando transparecer a mortalidade de Deus, é ...
Enviado por AjAraujo
em 13/05/2010 23:24:31
Offline
AjAraujo
Magia Lírica *
Dados apontam as teclas negras e disparam palavras secas nos ouvidos que não podem sentir as pala...
Enviado por AjAraujo
em 13/05/2010 13:10:56
Offline
AjAraujo
Vaca Dourada *
Filas retorcem-se em torno da vaca dourada. E expremem, e lambem, e tremem, e nada da gota e...
Enviado por AjAraujo
em 13/05/2010 13:05:50
Offline
AjAraujo
Coisas *
Que sangue será este que bebem os solitários em suas inúteis tentativas de encontrar pronta para ...
Enviado por AjAraujo
em 13/05/2010 09:37:14
Offline
AjAraujo
Sabores Amargos *
Preciso de seu hálito de café nas minhas manhãs sonolentas. Preciso de seu hálito de mulher nas ...
Enviado por AjAraujo
em 12/05/2010 18:25:49
Offline
AjAraujo
Poesia Cancerígena *
Cada cigarro fumado é um desastre nas vias respiratórias que fizeram de tudo para proteger os ver...
Enviado por AjAraujo
em 12/05/2010 18:20:56
Offline
AjAraujo
Dimensão Possível *
A alma da gente não vai até aos pés como pensam os fiéis. Ela termina no estômago onde é preparad...
Enviado por AjAraujo
em 12/05/2010 18:18:00
Offline
AjAraujo
Passaporte *
Seu segredo é fraco, é tolo. Seu remédio é puro engano. O seu amigo, o seu retrato, o seu extrato...
Enviado por AjAraujo
em 11/05/2010 23:31:14
Offline
AjAraujo
Remendos *
Por aqui há... um poeta gemendo um rato comendo um rosto morrendo um vento soprando um olho pe...
Enviado por AjAraujo
em 11/05/2010 23:24:06
« 1 ... 83 84 85 (86) 87 88 89 ... 122 »
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...