Poemas, frases e mensagens de Issor_honey

Seleção dos poemas, frases e mensagens mais populares de Issor_honey

Coração que fala de saudade... (heart)

 
Coração que fala de saudade... (heart)
 
Quando a saudade fica assim, amena,

a alma parece menor -quase pequena-

e é nesse momento que invade o vazio,

são poucos os caminhos e tantos os desvios...

Quando o coração geme assim, doído,

o peito fica comprimido -o grito cala-

e é nesse instante contido

que o silêncio fala...

honey.int.sp

Imagem retirada do Google.
 
Coração que fala de saudade... (heart)

Borbulhas ( REPOST )

 
Borbulhas ( REPOST )
 
Gosto de sentir os sentidos liberto,

parecer longe, mas estar bem perto,

em meio ao nada poder ser tudo,

fechar os olhos e ver no escuro...

do gosto arteiro de esconder,

do gosto faceiro de mostrar,

do jeito matreiro de esquecer

esse breve passar....

Gosto de ouvir a voz do mundo

borbulhando inspiração,

mergulhar no silêncio

e repousar na solidão...

Ainda que pequena, sou grande,

-toca me sonhos gigantes-

e é assim que o universo conspira

para que eu siga adiante...

honey.int.sp

Imagem retirada do Google.
 
Borbulhas ( REPOST )

Fio de sentimento - REPOST

 
Fio de sentimento - REPOST
 
Procuro um fio de sentimento

Deixado no esquecimento

De alguma noite fria

Vivida na boemia

Encontro sensações perdidas

Novelos de uma vida

Tecidos em poesias

Vividas em outros dias...

honey.int.sp

Imagem retirada do Google.
 
Fio de sentimento - REPOST

Democracia

 
Democracia
 
Dê ao povo o que é do povo

Igualdade, solidariedade e liberdade

Legitime a sua grandeza

Maestra democracia:

A voz do povo, o eco de Deus...

Rege, governe e ilumine

Ostenta estrelado o Brasil

Unindo os quatro cantos

Sob o pendão da esperança...

Sê o riso em cada criança

Espelha a paz

Fabrica felicidade

Faz o bem, amém

honey.int.sp

Imagem retirada do Google.
 
Democracia

Sinfonia de carnaval

 
Sinfonia de carnaval
 
Longe repousa a mente,

do outro lado do agito,

a alma parece doente,

dopado perece o espirito

o corpo querendo samba,

a boca guardando o grito,

balouça a rede bamba

em colisão com o finito

a trilha é sinfonia,

mesmice de todo dia...

a quietude compelida

é paz em revelia...

honey.int.sp

Imagem retirada do Google.
 
Sinfonia de carnaval

Troco...

 
Troco...
 
as asas cromadas

que cruzam o céu marrento

pela beleza dos pássaros

e liberdade ao vento

o látex das flores eternas

pelo perfume orvalhado

que seduz o colibri

em dias grená dourado

toda avareza

pela maestria da natureza

com sinfonia de pássaros

para espantar a tristeza

feliz mesmo é o colibri,

basta lhe um simples raminho

para edificar o seu ninho...

honey.int.sp

Poema vencedor do VIII Festival de Poesia Set./2015.

Imagem retirada do Google.
 
Troco...

Imortal

 
Imortal
 
Se em algum remoto momento

o passado regressar nas asas do vento

reunindo fragmentos de um amor

disperso no ar...

Se em algum lugar da memória

o degelo verter cachoeiras de lembranças

banhando sentimentos esquecidos

no findar de um sonho imergido...

Se dentro do coração adormecido

o som descompassado despertar o desejo

ritmando as batidas num reboar de

saudade...

Sou tão somente eu a soprar as cinzas

de um amor cremado antes mesmo de ser

vivido,

mas que permanece n’alma, imortal...

honey.int.sp

Imagem retirada do Google.
 
Imortal

Suspiro

 
Ah, essa saudade louca
que arranha a garganta
e entala seu nome
no céu da minha boca

Sufoca quase doentia,
saliva, salga, limita,
sangra, dói e desdita
-adoece a espera sadia-

É uma distancia sem jeito,
um vazio amargurado
que alimenta o presente
com fome de passado

Aliena por completo
e condiciona o muito
ao mísero do pouco,
ao dízimo do desafeto...

honey.int.sp
 
Suspiro

Cárcere de saudade

 
Não deve julgar a saudade,
quem não a sente deveras,
muito menos condenar
quem a sente de tê-la...

Basta a dor amiúde
que salga à distância,
essa maré d’água morta,
viva na lembrança...

honey.int.sp
 
Cárcere de saudade

Sonhar é crescer

 
Sonhar é crescer
 
Quem foi que disse que é preciso
Esquecer a confeitaria
E os doces sonhos de menina
Pra colocar na bagagem
Ideais para viagem?

É preciso conhecer o mundo
Sem perder a doçura
E o olhar de criança
Que recheia o dom da vida
Com sabor de esperança

É preciso seguir sonhando
Carregando em si os confeitos
Da curiosidade que não satisfaz
Para superar os conceitos
E sorrir ao olhar para trás

Mais que grande é o sonhador
Que leva os ideais de outrora
Embalados para viagem
E concretiza em boa hora
Os sonhos que tem na bagagem

honey.int.sp.18/04/2013

Imagem retirada do Google.
 
Sonhar é crescer

Natal depressão

 
Natal depressão
 
Pressão para produzir

Pressão para fazer pressão

Pressão de Natal

Só pressão

Pressão para consumir

Pressão para consumar

Natal de pressão

Pressão e Supressão

Depressão de Natal

Depressão de pressão

Pressão alta

Pressão baixa

que não se estabiliza

enquanto não nasce

o Menino Deus...

Enquanto não nasce

um Novo Ano...

Enquanto não nasce

o amor ao Semelhante...

honey.int.sp

Imagem retirada do Google.
 
Natal depressão

Metamorfose

 
Metamorfose
 
Mudar pode ser doloroso

A metamorfose pode ser incompreendida,

Mas é um privilégio ousar

[E quando parecer difícil]

Você sabe e eu sei que será sempre
complexa,

Mas é também a única forma de nos libertarmos

Nós mantemos as ideias encasuladas

Condenamo-nos à prisão perpétua

Onde jamais poremos os olhos em novos horizontes...

Correntes se quebram, sonhos se realizam

E o tempo... [Você sabe o tempo]

Então você pode fechar os olhos

Permanecer na escuridão da ignorância

E abraçar o nada...

Então você estará mais do que só

Acorrentado às sombras de sua covardia

Romper conceitos pode libertar,

Coragem pode dar lhe asas

[E é tudo que sei]

Eu estou certo que fica mais fácil...

Ame se, sonhe asas e elas serão parte de você

E apenas nelas conseguira ver o mundo do topo

Nós nutrimos a sensação de clausura,

Nós criamos abismos profundos

Onde nossas verdades e desejos são degredados

Nossos corações, despedaçados...

E o tempo cola tudo [todo o tempo]

Então você pode se manter em si

De sapatos preso ao concreto

Ou abstrair, dar a volta ao mundo com suas próprias asas

[Você jamais estará sozinho]

E se cair, tudo ficará bem

Apenas ande descalço...

Dentro desse novo ser mora o livre arbítrio

Você pode ficar ou ir embora

Não há caminho, senão a sua decisão

Você já não cabe em si [herdou o mundo]

Ocupe o espaço que se permitiu

Quando deixou de ser casulo,

Quando assumiu as asas que o fez levitar

Mantenha a sensação do voo

E se você se machucou,

Nada mau anjo,

Siga em frente, continue andando

[nem mesmo essas linhas podem segurar]

não espere uma resposta, senão a sua

Quando estiver livre

Vai lembrar suas asas,

Vai esquecer seu casulo

Ouvindo o vento quebrar à face

[O medo não fez de você um homem nulo]

honey.int.sp

Imagem retirada do Google.
 
Metamorfose

Promessas

 
Promessas
 
Quem viu o raiar do dia

se entregando à brisa sem nenhuma pressa

enquanto a vida sorria

uma primavera de promessas,

chorou o crepúsculo devorando o astro,

engolindo as horas puras,

sepultando nos lábios as juras

e adulterando o sonho casto...

presenciou o olhar distante e vago

como a pintura de um vaso

por receber suas tulipas

e ocultou na sombra de uma lágrima

um poema que deságua

a mudez de uma alma aflita...

honey.int.sp

Imagem retirada do Google.
 
Promessas

Sentimental

 
Sentimental
 
Às vezes transbordo

a pureza do meu coração

sem saber se alguém

vai recebê-la ou não,

ou vai deixar no relento

ao sabor do vento...

ou quem sabe o mau tempo

reprima a emoção

e a razão da entrega

se acabe na espera,

ou não....

quantas vezes recordo

aquele velho refrão

sem saber se a canção

ainda toca ou não,

ou se perdeu no rebento

ao som do momento...

ou quem sabe o silêncio

traga o esquecimento

e tanto sentimento

se perca de vez,

talvez...

pode ser que sem peso e medida

eu desista de vez desta vida,

sei que não...

honey.int.sp

Imagem retirada do Google.
 
Sentimental

Apelo..._REPOST

 
Apelo..._REPOST
 
Que a razão não me permita

num momento de loucura

sair pelas ruas

gritando seu nome,

saciando minha sede

e matando minha fome

e que...

o coração me conceda

um segundo de serenidade

para recuperar minha calma,

silenciar essa loucura

e guardar a saudade

no fundo d’ alma...

honey.int.sp

Imagem retirada do Google.
 
Apelo..._REPOST

IV EVENTO 2013: "POEMA DE VIDA INTEIRA"

 
IV EVENTO 2013: "POEMA DE VIDA INTEIRA"
 
Não existe poema
meia vida...

não existe poema
meia luz, meia voz,
que não seduz,
que viva só...

meio vivo
é poema morto
sem adorno e flores
no seu horto...

e poema morto
é poema enterrado,
para que seja vida
há de ser cravado

cravado no fundo da alma
de quem lê, de quem sorve
pela janela dos olhos
um poema de vida inteira,

poema de existência plena
-daqueles- que não se esquece
-daqueles- que morre o poeta,
mas a obra permanece...

honey.int.sp

Grata a todos pela leitura.

Imagem retirada do Google.
 
IV EVENTO 2013: "POEMA DE VIDA INTEIRA"

O ano passa...

 
O ano passa...
 
O ano passa...

Um novo horizonte fulgura

imantado de preces e orações,

de atitudes e boas ações

unindo nossos corações...

É tempo de recomeçar,

proclamar a vitória sobre os fracassos

e sepultar as lágrimas na cova de um sorriso,

revigorar é preciso...

É tempo de dar chance a uma nova vida,

reconstruir sua história

e integrar um novo ser

muito além do ter...

É tempo de construir o legado

de bens que não se consome,

consumando o próprio bem

-a abastança de Deus advém-

O novo inspira o pensar

e os sorrisos singelos que tangem os lábios

estão hoje mais belos,

são hoje mais sábios...

Ah...Como é cheio de graça

o espírito de Deus que permanece

onde só mais um ano passa...

a esperança se renova na fé que abraça...e o bem não passa...

honey.int.sp

Imagem retirada do Google.
 
O ano passa...

Sensibilidade

 
Sensibilidade
 
Quando penso em sentir

vem à tona o “ter consciência”,

a sensibilidade de perceber

através de um olhar sem fronteiras

paisagens únicas...

quando refino os sentidos

vem à pele o toque sem limitações,

o degustar apurado e sem culpas

que não implica que o doce

insosso para outro fosse...

E nesse jogo de sensibilidade

a brisa sussurra me sons,

para muitos, imperceptíveis

e enseja o deleite ou aversão a aromas

sem preceitos...

honey.int.sp

Imagem retirada do Google.
 
Sensibilidade

Prisma

 
Prisma
 
Não sou do tropeço a pedra,
nem do mundo a santa,
nem a que vai n’alma do poeta
cujos versos me encanta
-Talvez por pensar que inexista,
vou sendo eu excluída da vida-

Da atitude de estar serena
ornamentei meus gestos,
por segurança ou insegurança
Quem sabe?Inquieta-me todo resto...
-Sou o bailar da menina,
indefinido e incompleto-

E quando o vento da frieza
petrifica meu corpo, tenho dó;
E quanto mais consciente me observo,
mais me condeno a ser só
-Por parecer frágil e pequena
não hei de desnudar me em poema-

Não silenciei aos que olharam
que fui prisma radiante
quando refleti todas as cores
em gotas de brilhantes
-E por ter mareado as mágoas
é que guardo o gosto d’antes...-

honey.int.sp

Imagem retirada do Google.
 
Prisma

Cante

 
Cante
 
Sussurre as palavras docemente
Há melodia em sua voz
Não silencie o som do seu coração
Cante para mim
Eu já emudeci antes e ainda posso sentir
Um dia já perdi o tom
Sofres uma metamorfose somente
E não compreende

Dê me em um soprar
Todos os seus segredos
Toque meus lábios suavemente antes de partir
Não tenha medo, estou aqui
E eu te peço, seque as lágrimas
Eu não vou desistir de você assim tão facilmente
E de tudo que vivemos juntos

Cante para mim agora
Eu sempre te amei, anjo
Cante para mim agora
Cante para mim agora
Há muito mais que palavras, anjo
Então cante para mim agora

E, só te peço, me leve com você no pensamento
E, lembre-se, eu já emudeci antes e ainda posso sentir, anjo
Você precisa ir além de si
Tudo parece confuso ainda, anjo
Mas o tempo não pára e será diferente
Amanhã o sol volta a brilhar, anjo...

Cante para mim agora
Cante para mim agora
Cante para mim agora
Cante para mim sempre, anjo

Cante
Sempre cante
Cante para mim HOJE
Meu anjo, quem sabe, amanhã...

honey.int.sp.02/09/2013

Imagem retirada do Google.
 
Cante