Poemas : 

Seara

 
Tags:  poeta    palavras    silêncio    juras.  
 
Seara
 

Descanso meus lábios
numa fonte de água pura
depois de roçar as palavras
Ensejo a fartura
de um poema que alimente
o que não me saciou as juras
Miro e vejo as rimas
na correnteza das lágrimas libertas
e nelas minha alma se alinha
Sagro-me do silêncio
e na quietude aproximo-me
do Poeta

honey.int.sp


Imagem retirada do Google.
 
Autor
Issor_honey
 
Texto
Data
Leituras
800
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
26 pontos
4
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Henrique Mendes
Publicado: 29/04/2023 09:58  Atualizado: 29/04/2023 09:58
Membro de honra
Usuário desde: 01/07/2007
Localidade: Montijo / Portugal
Mensagens: 49
 Re: Seara
Uau ! Gostei muito !


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/09/2023 04:42  Atualizado: 27/09/2023 04:42
 Re: Seara
Vim aqui pela noite...beber um pouco dessa fonte de água pura...encontro versos que servem de guia. Deus a abençoe