Poemas : 

Mãe

 
Tags:  saudade    dor    mãe  
 
A dor silenciosa, o mutismo gélido da morte,
Os olhos mortiços gritavam a dor física inconfessada..

As palavras trancaram-se, pedaços de silêncio num olhar perdido,
O sorriso, onde está o teu sorriso? Aquele que nunca se apagava…
Não, nem o sorriso levaste no rosto…
Não, a morte roubou-te esse dom… mostrava só dor… física… e a da alma.

A da Alma… era evidente no teu rosto sem cor, nos olhos entreabertos sem vida..
Carregavas tanta tristeza, tanta desilusão, tanto abandono…

Esse teu modo, aparentemente, frágil de fazer de conta que não sentias … o teu olhar fixo… como a dizer: - “Sei tudo o que sentes…”

Tento abstrair-me, deixar longe tudo o que me traga ecos, reminiscências, tento guardar apenas o teu sorriso… Mas o teu olhar triste não me deixa.

Aquela sensação de impotência apodera-se do meu espirito e as sombras negras da tua agonia revoltam-me…
Queria sentir o silêncio da tua dor, a paz da tua presença, o teu olhar calmo…

Que me sorrisses aí desse lugar…
Saber que aí, tens o que te negaram…


Anatomia

 
Autor
anatomia
 
Texto
Data
Leituras
1061
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
10
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Carlos Ricardo
Publicado: 03/12/2009 00:13  Atualizado: 03/12/2009 00:13
Colaborador
Usuário desde: 28/12/2007
Localidade: Penafiel
Mensagens: 1801
 Re: Mãe
Que não nos impeçam de triste sentir e triste pensar que a perda da mãe ou do pai é mais do que perder metade de nós.
Belo texto.
Abraço


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 03/12/2009 00:50  Atualizado: 03/12/2009 00:50
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 10301
 Re: Mãe
Belo
e comovente texto.
Os meus aplausos!
Vóny Ferreira


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/12/2009 22:24  Atualizado: 03/12/2009 22:24
 Re: Mãe
Li este texto muito comovida. A impotência perante o sofrimento que leva o ser querido para o além é dilacerante.Sei o que sentes, passei pelo mesmo mas, até hoje sinto a sua presença que me guia e ampara em momentos difíceis.

Beijo azul...


Enviado por Tópico
Avozita
Publicado: 03/12/2009 22:30  Atualizado: 03/12/2009 22:30
Colaborador
Usuário desde: 08/07/2009
Localidade: Casal de Cambra - Lisboa
Mensagens: 4529
 Re: Mãe
Li este texto e senti-o como se fosse meu.
Já vi partir os meus dois progenitores PAI e MÃE
Vi e senti esse olhar agonizante e tal como tu, fui impotente. Imagens que jamais nos deixarão.

Beijinho
Antonieta


Enviado por Tópico
sandrafuentes
Publicado: 09/12/2009 00:06  Atualizado: 09/12/2009 00:06
Super Participativo
Usuário desde: 22/07/2009
Localidade:
Mensagens: 123
 Re: Mãe
Há seis meses sei exatamente o que sentes. Fiquei comovida, como não podia deixar de ser.
Abraços.