https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Grito o meu fim!

 
Antes de começar, já cheguei ao fim
não sou nada nem ninguém
serei, quanto muito, um queixume
ou um conjunto de passos
entre os dados e os que estão por dar
por isso não me julguem
não me criem rótulos
nem tão pouco desejos
não sou nada nem ninguém
que possa estar no ventre da vossa mão
ou na rotura da vossa imensidão
bastam-me os dias que me seguem
bastam-me os silêncios da minha dor
para que a tormenta seja a minha própria ferramenta
para que destrua a festa de ser a imagem que não se aguenta
e antes de começar, quero gritar, o meu próprio fim!



Escrevo…para libertar as personagens que não consigo Ser!
________________________________________
http://catalogoluademarfim.blogspot.pt/

http://catalogoluademarfim.blogspot.pt/



Excelente ano novo 2010 para todos!
 
Autor
Paulo Afonso Ramos
 
Texto
Data
Leituras
579
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 01/01/2010 22:30  Atualizado: 01/01/2010 22:30
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8228
 Re: Grito o meu fim!
Ok Ok não é preciso gritar que eu acredito...
Excelente 2010 (mesmo depois do fim)

Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 01/01/2010 22:40  Atualizado: 01/01/2010 22:40
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: Grito o meu fim!
Alegoria
da vida,
n'alegria
da tristeza
que não tem ser
a princesa.

Felicidades e boa inspiração criativa!
Abílio

Enviado por Tópico
antóniocasado
Publicado: 01/01/2010 23:30  Atualizado: 01/01/2010 23:30
Colaborador
Usuário desde: 29/11/2009
Localidade:
Mensagens: 1657
 Re: Grito o meu fim!
Ola

Subscrevo o poema. Faço desse grito o meu grito e partilho das sua ideologia.

Lindo texto!
antóniocasado

Enviado por Tópico
AntóniodosSantos
Publicado: 02/01/2010 23:41  Atualizado: 02/01/2010 23:41
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 1005
 Re: Grito o meu fim!
Mensagem forte da introspeção do Poeta...num belo poema...
Gostei muito...

Com um abraço
António dos Santos

PS. Temos que nos começar a habituar à nova forma de escrever...sem as consoantes mudas...não vai ser fácil