https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

CANÇÃO DO PURGATÓRIO

 
para cristóvão siano, meu amigo

"E temei o dia em que nenhuma
alma poderá advogar por outra,
nem lhe será admitida intercessão
alguma, nem lhe será aceita
compensação, nem ninguém será
socorrido!"

- Do Corão, 2ª Surata, 48


quando o anjo bom veio buscar minha mãe
e ela já não tinha nenhum sorriso nos lábios
- era só um rosto de cera
descobri que todos os mortos são iguais

morta como todos os mortos minha mãe
não reagiu à estrutura imposta pelo silêncio
só por isto acreditei no silêncio
na medida em que a morte dói
mas só nos pede silêncio

queria rir beber e fumar maconha na esquina
assim mais ou menos como eu fazia aos quinze anos
mas o anjo bom que veio buscar minha mãe
teve paciência para me avisar que eu já não tinha
mais quinze anos e o barco se toca conforme o rumo dos ventos
só que vivi sem aprender o rumo dos ventos

pedi ao anjo uma audiência com deus
mas deus estava dormindo e nem se deu conta
que o anjo bom havia levado minha mãe

(nunca é bom acordar o dono do mundo nessas horas
: é preciso que ocorra o desenlace - penso comigo -
para que se dê conta nessas horas)

quando o anjo bom veio buscar minha mãe
sei que ele se aproveitou da ausência ou do sono de deus
e eu para não lavar as mãos como pilatos
chorei minhas culpas e percebi que minha morte
ia junto com minha mãe
mas naquela hora reclamá-la seria impossível

______________________

júlio, 21-01-10


Júlio Saraiva

 
Autor
Julio Saraiva
 
Texto
Data
Leituras
852
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
6
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 21/01/2010 03:12  Atualizado: 21/01/2010 03:12
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14968
 Re: CANÇÃO DO PURGATÓRIO p/ Julio Saraiva
Olá caro poeta Julio

Nossa! Fantástica escrita mesmo falando
de algo quase passado no material este
teu texto criou vida diante dos meus olhos
acabei por o ler várias vezes de tanto que
gostei.... Como é bom ter amigos que nos
fazem mais e mais amigos e vivos...Parabéns!

Beijinhos no coração


Enviado por Tópico
ÔNIX
Publicado: 21/01/2010 11:20  Atualizado: 21/01/2010 11:20
Colaborador
Usuário desde: 08/09/2009
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2695
 Re: CANÇÃO DO PURGATÓRIO
Há no nosso silêncio cânticos que só nós ouvimos, e há silêncios que nos dizem muito e outros que são meras fantasias criados em vários "tons" de silêncio.

Eu gostei dos seus, neste belo poema que apreciei muito

Beijo de bom dia


Matilde D'Ônix


Enviado por Tópico
eduardas
Publicado: 21/01/2010 11:43  Atualizado: 21/01/2010 11:43
Colaborador
Usuário desde: 19/10/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3731
 Re: CANÇÃO DO PURGATÓRIO p/Júlio
Parco será o comentário perante esta "canção"

No silêncio desse momento, não se explçicam dores.

bj
Eduarda