https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Esperança : 

RENASCER

 
Hoje a saudade de ti apertou.
Transcendi-me as leis da imaginação.
Liberei meu espectro em uma viagem...
Que vai alem da própria compreensão!

Como flash de luz através de um cristal,
Dividi-me em partes como as cores do arco-íris.
Pára cada cor uma lembrança, uma saudade!
Para cada saudade, um temporal de lágrimas!

Hoje meus dias são frios, o cinza!
Meus sorrisos são tristes, o azul!
Já não é lilás a felicidade sentida!
Tão pouco o vermelho a paixão!

O brilho de meu sol, não é mais amarelo.
A verde esperança tornou-se marrom!
Tornaram-se negro e tempestuoso...
O branco da paz de meus sonhos.

Mas das mistura deste sombrio arco-íris,
Surgiu no manto escuro do tormento...
Um novo brilho sem tradução de cor.
Mas que reflete toda a inspiração do amor.

Um brilho de serena magnitude.
Onde repousa em harmonia absoluta.
Toda a fragrância e ternura da alma...
Refletida na criança de tua inocência!

E eu ali déspota de meu destino,
Sem me importar com o infinito,
Entreguei-me aos teus encantos...
Destruindo o prisma, arco-íris sombrio!

Baroneto


Baroneto


 
Autor
THOMAZBNETO
 
Texto
Data
Leituras
565
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.