https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Esperança : 

VEM SONHAR!

 
Tags:  esperança    paz    criança    sonhar    perfume    querida  
 
VEM SONHAR!
 
 
VEM SONHAR!

by FatinhaMussato

Abra esta porta, querida criança,
Agora já podes por ela passar...
Esta porta chama-se Esperança,
É ela que te permite sonhar!

Vem, anda logo, vem comigo...
Estou à espera para te ensinar!
Sinta a brisa, aspira o perfume...
É o mundo de Paz que está a chegar!

Poema INÉDITO Nesta Data
São José do Rio Preto (SP), janeiro/2010


Direitos Autorais Reservados /
Lei nº 9.610 de 19/02/1998

Faça-se feliz... Sempre!

Imagem: NET

Música: You are my destiny / Ernesto Cortazar
 
Autor
FatinhaMussato
 
Texto
Data
Leituras
1433
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
16 pontos
8
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Henrique Pedro
Publicado: 30/01/2010 17:04  Atualizado: 30/01/2010 17:04
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2007
Localidade:
Mensagens: 3821
 Re: VEM SONHAR!
Tudo que é belo é singelo. Este poema tem tudo que um poema de esperança dve ter: criança, sonho,paz e...o coração iluminado da poetisa.
Muito lindo.

Aplaudo.

Beijinho


Enviado por Tópico
Alberto da fonseca
Publicado: 30/01/2010 17:18  Atualizado: 30/01/2010 17:19
Colaborador
Usuário desde: 01/12/2007
Localidade: Natural de Sacavém,residente em Les Vans sul da Ardéche França
Mensagens: 7113
 Re: VEM SONHAR!
Seria bom que essa porta ficasse sempre aberta. Belo poema

Bjs poetisa
A. da fonseca


Enviado por Tópico
José-Rudá
Publicado: 31/01/2010 02:51  Atualizado: 31/01/2010 02:51
Da casa!
Usuário desde: 04/01/2009
Localidade: Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Mensagens: 262
 Re: VEM SONHAR!
Fatinha, amiga de tanto carinho.

Nem há o que comentar.

Vai aos favoritos. Parabéns!

Beijo,

Rudá


Enviado por Tópico
jluis
Publicado: 31/01/2010 22:44  Atualizado: 31/01/2010 22:44
Colaborador
Usuário desde: 18/12/2009
Localidade:
Mensagens: 1528
 Re: VEM SONHAR!
Bonito convite ao sonho, num poema ternurento
Parabéns, poetisa!
Beijo
JL