https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Meditação

 
Anda o pensamento num rebuliço
à procura de um labutar intenso
Por que andará ele assim tão omisso?
Estará na dormência ainda imerso?

Andará por ventura irritadiço?
Será a densa inacção seu adverso?
Reflexão, anelo! Sem compromisso…
Resgatá-la desse estado recesso!

Anelo descobri-la prodigiosa…
qual dama delicada … Defendê-la!
Urdi-la em fina trama, preciosa.

Do torpor, da apatia socorrê-la!
Eis que surge inocente, receosa…
Desnudando-se começo a tecê-la…

 
Autor
Sandra Almeida
 
Texto
Data
Leituras
663
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 12/07/2007 20:10  Atualizado: 12/07/2007 20:10
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14977
 Re: Meditação p/ Sandra Almeida
Querida poetisa

Adorei esta metitação
em versos deste soneto
Muito bom...

Beijinhos no coração

Enviado por Tópico
LiaPansy
Publicado: 12/07/2007 22:07  Atualizado: 12/07/2007 22:07
Da casa!
Usuário desde: 21/05/2007
Localidade:
Mensagens: 291
 Re: Meditação
Maravilha de soneto!
É a primeira vez que te leio e gostei.
Beijinhos