https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

NO VENTRE DO TEU MAR SEM FIM

 
Gostava de te ter aqui
Sentada no colo do vento
Onde o barulho não se ouve
E a dor não se sente
Gostava de estar ai
No ventre do teu mar sem fim
Mergulhar nas tuas ondas
E deixar-me flutuar
Ao sabor da maré
Que me levará ao infinito do tempo
Do tempo que o tempo
Nunca poderá alcançar
Viajar através do sol
Que nasce no horizonte dos sonhos
No mar das ilusões
Onde as Sereias cantam
Canções de embalar
Onde adormeço
Num sono sem fim
Onde um Cavalo alado
Me levará
Até ao jardim verdejante
Onde Unicórnios azuis
Galopam livremente
Em cavalgadas compassadas
Pelas planícies da esperança.

Gil Moura



As palavras saem de dentro de nós, e se dispersam indefinidamente, no tempo e no espaço...

Gil Moura Pseudónimo de Mário Margaride

 
Autor
Moura365
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1304
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
37 pontos
29
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 21/02/2010 14:22  Atualizado: 21/02/2010 14:22
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8225
 Re: NO VENTRE DO TEU MAR SEM FIM
Um poema que repete excessivamente a palavra onde.
Se o poema começasse em... Gostar... e acabasse em... ao sabor da maré..., estaria razoável...tudo o resto é um acrescento vazio e nem sequer tem muita originalidade nas metáforas...




Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/02/2010 14:34  Atualizado: 21/02/2010 14:34
 Re: NO VENTRE DO TEU MAR SEM FIM
Caro poeta,um belo poetar onde os sonhos se misturam e tornam um sentir sem igual!
Parabéns!
Sulum


Enviado por Tópico
Flor_*
Publicado: 21/02/2010 14:55  Atualizado: 21/02/2010 17:11
Da casa!
Usuário desde: 09/02/2010
Localidade:
Mensagens: 220
 Re: NO VENTRE DO TEU MAR SEM FIM
Por que poetas cantam seu amor em versos...
Lavam a alma ao escrevê-los?
O que sente uma mulher ao saber que um poeta,
é anjo em sua essência, e na carne apenas homem?

Adoro ler, o que suas mãos escrevem.

Beijinhos


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/02/2010 15:08  Atualizado: 21/02/2010 15:09
 Re: NO VENTRE DO TEU MAR SEM FIM
Está muito bonito, mesmo que eu não lhe ache piada nenhuma.
Está muito bem feito, mesmo que não tenha construção nenhuma.
Está profundo, mesmo não tendo profundidade nenhuma.
Está original, mesmo não tendo originalidade nenhuma.
Rasga novos rumos à poesia mesmo sendo feito de versos gastos e batidos.
Claro que isto é aquilo que eu entendo, e bem podia ser mais simpático com o poeta, escondendo aquilo que penso e não sendo verdadeiro consigo.




Enviado por Tópico
eduardas
Publicado: 21/02/2010 18:37  Atualizado: 21/02/2010 18:37
Colaborador
Usuário desde: 19/10/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3731
 Re: NO VENTRE DO TEU MAR SEM FIMp/Gil
O mar que nos leva sempre de encontro ao sonho e à esperança!

bj
Eduarda


Enviado por Tópico
ROMMA
Publicado: 21/02/2010 19:22  Atualizado: 21/02/2010 19:22
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade:
Mensagens: 2462
 Re: NO VENTRE DO TEU MAR SEM FIM
deslumbrande este sentir poético Gil
lindo é o amor declamado e o coração do grande sonhador, ousa! ousa nas ilusões, ama! ama nas asas desse vento,
beijinho
Romma


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/02/2010 19:51  Atualizado: 21/02/2010 19:51
 Re: NO VENTRE DO TEU MAR SEM FIM
Gostei do teu poema Gil. Claro que eu nunca o escreveria nem assim nem doutra forma. Porque é de ti que nasceu. Leveza nas palavras e subtilidade de sentires.


Beijo azul


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/02/2010 19:54  Atualizado: 21/02/2010 19:55
 Re: NO VENTRE DO TEU MAR SEM FIM
Gil,
Não sou ninguem para avaliar tua escrita...
Porém sou tua amiga,e os amigos amam tudo que é parte do amigo!
Mas sempre procuro olhar e sentir com o coração e alma...e posso dizer-te que amo o que tu escreve pois fala-te com doçura e sentimento e isto é o que importa...
Continue a poetar livremente o teu sentir...feliz é aquele que consegue dar sentido aos sonhos!
A esperança é e sempre será a sua melhor companheira...

Parabéns!
Beijinhos...
Rosa


Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 21/02/2010 22:41  Atualizado: 21/02/2010 22:41
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11186
 Re: NO VENTRE DO TEU MAR SEM FIM
Gil,
É mágica esta planície da esperança poética.
Beijo
Nanda


Enviado por Tópico
Alexis
Publicado: 22/02/2010 00:34  Atualizado: 22/02/2010 00:34
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade: guimarães
Mensagens: 7254
 Re: NO VENTRE DO TEU MAR SEM FIM para gil
ok.só passei aqui para vir dizer que li e não gostei.mas imagino, pelas respostas dadas anteriormente,que não queiras saber porquê,nem pretendas melhorar/mudar nada no teu modo de escrever.optas pela estagnação.estás no teu direito.mas elogios não esperes de quem dá opinião com sinceridade,não partilhando os mesmos gostos.é apenas uma opinião.vale o que vale.podes pura e simplesmente desvaloriza-la.faço isso com algumas que ouço.mas não necessáriamente por serem aquilo que eu gosto ou não de ouvir.

ah...e não me mandes escrever críticas no jornal,como já fizeste a outros.é que aqui também sou livre de dar a minha opinião.
ou preferirias que dissesse:"ah...que lindo...Sereias,Cavalos alados e Unicórnios..."
por favor...

aqui fica o recado ao autor.
abraço ao gil

alex



Enviado por Tópico
HorrorisCausa
Publicado: 22/02/2010 20:09  Atualizado: 22/02/2010 20:09
Colaborador
Usuário desde: 15/02/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 2699
 Re: NO VENTRE DO TEU MAR SEM FIM
hail vizinho!

tu sabes que eu, por temperamento sou mais agridoce, que não me enche de todo poesia de amor doce, de qual modo, não deixo de ficar pegajosamente contagiada pela tua poesia, tão singela como deveria ser o amor sem os seus porquês? "onde" certamente, tudo seria mais fácil à concepção "no mar do teu ventre sem fim"

beijo



Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 22/02/2010 20:34  Atualizado: 22/02/2010 20:34
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: NO VENTRE DO TEU MAR SEM FIM
Já que todos opinam, por que não eu também?

Gil o amor é sempre belo escrito duma maneira ou de outra.
Sem Amor a Vida não sabe a nada ou saberá a pouco,
daí a sensaboria de algumas poesias que se resumem
a meia dúzia de palavras caras.
Continua com o teu canto, tens poesias de amor
bem lindas.

É como dizes há para todos os gostos

beijos
rosa.