Prosas Poéticas : 

Como te compreendo...

 
Tags:  justica    INJUSTIÇA    espanto    PERPLEXIDADE    reflexã  
 
Justiça! Onde paras minha amiga?
Tento encontrar-te por toda a cidade
Não sei o que é feito de ti!
Fizeram-te mal?
Tiraram-te a virtude de seres justa
E desapareceste com vergonha de ti própria?
Foi isso não foi?
Bem me parecia.
Andam tantos malandros
Tantos criminosos á solta
E tu nada fazes
Sentes-te impotente
Castrada, pois é
Mas quem te faz tudo isto?
Que fez de ti
Mera decoração no tribunal?
Onde nada decides
Ou decides tarde e más horas
E quase sempre mal
Será que podes dizer-me?
Não podes?
Imagino que não
Estás envergonhada?
Pobre de ti justiça…
Podes ter a certeza
Se não fores séria e justa
De nada servirás
Passas a ser o contrário de ti própria
Injusta
Mas sentes-te amarrada
Nos tentáculos do poder
Não é verdade?
Como te compreendo minha amiga
Como te compreendo…

Gil Moura (Mário Margaride)

13/08/2010



As palavras saem de dentro de nós, e se dispersam indefinidamente, no tempo e no espaço...

Gil Moura Pseudónimo de Mário Margaride

 
Autor
Moura365
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2825
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
8
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
rosa-branca
Publicado: 14/08/2010 23:31  Atualizado: 14/08/2010 23:31
Colaborador
Usuário desde: 24/05/2010
Localidade:
Mensagens: 739
 Re: COMO TE COMPREENDO...
Boa pergunta meu amigo... acho que a amarraram, enclausuraram para não se fazer valer... tantas injustiças... possivelmente sente-se envergonhada. Pudera!... com tanto criminoso e tanto malandro á solta... se calhar foi roubada... quando já não resta mais nada para roubar... Beijo com carinho

Enviado por Tópico
AnaMartins
Publicado: 14/08/2010 23:36  Atualizado: 14/08/2010 23:36
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 2220
 Re: COMO TE COMPREENDO...
Compreendemos todos...

Olá Vizinho. Beijinhos!

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 14/08/2010 23:38  Atualizado: 14/08/2010 23:38
Usuário desde: 07/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 16113
 Re: COMO TE COMPREENDO...
Grande, grande Gil! Cantando e nos encantando com tuas linhas genuínas e originais. Um desfilar de versos bem confeccionados e que só o poeta saber fazer com mestria e habilidade de ourives. Um prazer enorme estar aqui, amigo. Um forte abraço do lado de cá!

Enviado por Tópico
varenka
Publicado: 14/08/2010 23:59  Atualizado: 14/08/2010 23:59
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2009
Localidade:
Mensagens: 4210
 Re: COMO TE COMPREENDO...
Vou arriscar....A justiça está escondida,por alguns
amigos mais poderosos...
Muito bom!!! Gostei!!!

Abraço em ti.

Varenka

Enviado por Tópico
AuroraRosado
Publicado: 15/08/2010 00:06  Atualizado: 15/08/2010 00:06
Colaborador
Usuário desde: 18/03/2010
Localidade:
Mensagens: 623
 Re: COMO TE COMPREENDO...
Original, esta interpelação à justiça, este modo de salientar a injustiça que por aí se faz. Parabéns!

Bj

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 19/08/2010 07:48  Atualizado: 19/08/2010 07:48
Membro de honra
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11092
 Re: COMO TE COMPREENDO...
Gil,
Presa e subornada...
Nunca é demais deixar a nú esta realidade que nos envergonha.
Beijo
Nanda

Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 03/05/2015 12:56  Atualizado: 03/05/2015 12:56
Membro de honra
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8560
 Re: COMO TE COMPREENDO...
Ouso dizer que se trata de um poema capaz de sensibilizar o mais ferrenho crítico, pois que há em teus versos, um sentido que prevalece pela substância da alma. Faz refletir, porque diz respeito a nós todos, nesse tumulto social em que vivemos.

Aplausos, Gil Moura!!

Feliz domingo!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 17/10/2023 08:47  Atualizado: 17/10/2023 09:05
 Re: Como te compreendo ...
Mas o que tenho de fazer para que regresses (ou pra que regressem) ? ...