https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Sou um Poeta diferente

 
Tags:  cansaço    idéias    sentença    falhado    intentos  
 
SOU UM POETA DIFERENTE

Perderam importância
Hoje, foram vãos meus intentos
Reduziram-se à insignificância
Cansados meus pensamentos.
Hoje, afogo-me no cansaço
Silenciosamente, sem ideias
E nem dou, nem mais um passo
Por castelos erguidos de areias.
Desabam a qualquer momento!?
Por aqui me fico sem argumento.

Que venham juízes e sentenças
Digam que fiz à Poesia ofensas
Digam que eu sou culpado!
Sou um Poeta falhado!?

Sem tempo e já perdido.
Quero justiça, sinto-me lesado
Trago o meu peito ferido
É já tão longa a audiência
Que me deixa sem paciência.
Vou ficar calado.
Mesmo falhado sou gente
Sou Poeta, pouco estudado!?
Sou um Poeta diferente.

rosafogo


Triste porque hoje não estou mesmo inspirada,
mas escrever é uma necessidade embora me sinta
como este Poeta que aqui descrevo, falhada mesmo.



Na plenitude da felicidade, cada dia é uma vida inteira.
Johann Wolfgang Von Goethe



 
Autor
rosafogo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1161
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
51 pontos
27
0
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 28/02/2010 01:57  Atualizado: 28/02/2010 01:57
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: Sou um Poeta diferente
Um poeta quando fica calado, faz poema...sem mais palavras minha querida. Deixo meu suspiro e um beijo.


Enviado por Tópico
Alexis
Publicado: 28/02/2010 02:07  Atualizado: 28/02/2010 02:07
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade: guimarães
Mensagens: 7254
 Re: Sou um Poeta diferente para rosafogo
rosa...li o teu poema.venho lamentar mais uma vez o seguinte (parece-me que já é tempo de esclarecer isto de uma vez por todas):tenho vindo a ler poemas atrás de poemas,textos atrás de textos, onde se associa a ideia de que não ser "estudado" (no sentido de ter estudos)é associada à consequente de ser visto por os outros como um "poeta falhado". gostava de saber porque de há uns tempos para cá tanta gente vem com este tipo de lamento para os seus textos.alguém por acaso pensa assim por aqui?que isso é assim?é que não entendo,porque se lamentam as pessoas de uma coisa que me parece que se calhar foi deturpada intencionalmente ou então mal-entendida.
eu por mim falo.mas qualquer dúvida ,se calhar,será mais fácil colocar a questão directamente a quem se tem vontade de colocar e esperar a resposta.digo eu...é que já estou farta deste "tema" poético,para ser sincera.
mas isto é a leitora a falar.se te sentes "falhada",que não seja essa a razão, que é ridícula.aliás,acho que nem deve ser bem verdade,porque afinal continuas a escrever e acho que fazes tu muito bem.aconselho-te no entanto a mudar o disco.esse já está arranhado.

e pronto.não digo por mal.espero que reajas racionalmente e sem dramas a esta minha observação.mas já estou pronta para tudo...
...fogo,rosa!deixa-te disso...


beijo,
alex

Enviado por Tópico
Conceição Bernardino
Publicado: 28/02/2010 02:19  Atualizado: 28/02/2010 02:19
Colaborador
Usuário desde: 22/08/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 3329
 Re: Sou um Poeta diferente
ainda bem que és um poeta diferente, porque é neste sentir que gosto de te ler

beijo





Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 28/02/2010 04:41  Atualizado: 28/02/2010 04:41
 Re: Sou um Poeta diferente
= O tempo dirá se és poeta falhado. A tua poesia é cheia e viva. Nela sente-se sentimento não coisas amorfas. Gosto de te ler e parece que começas a incomodar.

Beijo azul

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 28/02/2010 05:27  Atualizado: 28/02/2010 05:27
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14936
 Re: Sou um Poeta diferente p/ rosafogo
Olá querida amiga

Por vezes a inspiração nos foge
e nos da trabalho para reencontrá-la,
mas no final ficou um bom poema

Beijinhos no coração

Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 28/02/2010 10:19  Atualizado: 28/02/2010 10:19
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: Sou um Poeta diferente
A frustração faz parte da nossa essência - seja como poetas, seja como seres humanos - e já todos nos deixámos abater, aqui e ali.

O importante mesmo é perceber que amanhã é um outro dia e a Vida tem de seguir o seu curso, tal qual um rio em direção ao mar.

As palavras também servem para aliviar tensões e quando as conseguimos colocar em sintonia criativa, a poesia ganha outra intensidade.

Em cada ser humano existe um poeta, o que não significa que todos tenham de ser grandes poetas.

Fundamental é que façamos por ser grandes na Vida,
mesmo que o mundo à nosa volta não se dê conta.

A nossa fé faz-nos sentir que alguém está atento, senão só os famosos ganhariam o Céu... ou o inferno (rss)

Grande abraçooo desde as Caldas!
Abílio

Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 28/02/2010 11:39  Atualizado: 28/02/2010 11:39
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 11972
 Re: Sou um Poeta diferente
Existirão poetas iguais?...penso que não, todos somos a essência de cada personalidade. Mais ou menos letrados o que conta na poesia é o que o coração sente.
A tua poesia é nostálgica mas é sentida e vivida, escrever é libertar as emoções e pode até ser para uma só pessoa ler...eu lei e gosto da simplicidade das palavras.

Beijos e BOM DOMINGO (com um sorriso que o teu amigo deixa aqui para ti também)

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 28/02/2010 14:19  Atualizado: 28/02/2010 14:49
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: Sou um Poeta diferente/p/todos
Falhada me sinto agora porque depois de escrever
uma longa resposta, esta coisa me levou para uma página em branco.
Não vou já dizer o mesmo, aliás é sempre assim quando isto me acontece.
Mas dizia eu que não iria responder a cada amigo
individualmente, não porque me não merecessem
o mesmo carinho de sempre mas porque me sinto um
tanto cansada.
Fiquei muito admirada ao ver tantos comentários logo pela manhã e pensei Meus Deus como sou
dorminhoca e aqui já tanta faina.
è que ontem foi um dia e tanto, saíu uma antologia
onde aqui a vossa amiga participou, e foi muita
emoção. quatro horas de apresentação sim por que
éramos vários os autores, e cada um subia ao
palco, o livro ainda por cima apresentado por
um Poeta o Prof. Dr. Angelo Rodrigues que é um
rapaz da minha terra calculem aí a emoção redobrou.
Estou cheia de dizer ao coração que está velho para tanto, mas ele não acredita, então subi ao palco e fiz o que só um ou dois fizeram li um poema meu e fui
muito ovacionada por sinal, mas de seguida foi
como se tivesse levado uma tareia, é que tive de
ir buscar forças nem sei onde.
Chegada a casa cansadota, pois não tenho já 20 anos com pena minha, ainda respondi a todos os
meus amigos que me haviam comentado e fui ler e comentar também.
Já a noite ía alta pensei deito-me ou ainda dou conta do recado e faço poema para postar?
De repente lembrei um poema que tinha lido dum
tal Bertolt Brecht que falava dum falhado, dum
julgamento e não sei que mais e saíu-me este
porque foi assim mesmo que no momento me senti,
sem inspiração.
Mas valeu a pena, só não quero que o julguem
criado com qualquer intenção, que eu sou de paz.
A pena de não ter estudado mais é toda minha,
e aprecio quem bem sabe escrever e quem luta
por se valorizar sempre mais.

Beijinhos a todos, obrigado pela importância
que me deram a mim e ao poema que também se
pensa importante com tanta leitura.
Agradecida mesmo. Bom domingo para todos.

rosa
Esqueci de mencionar que a Antologia se chama POIESIS da Editora Minerva e o lançamento foi no Auditório Carlos Paredes.
Aproveito para agradecer à minha querida MIM
que sem eu saber estava lá a fotografar-me, é uma jóia.
E também à minha querida amiga Antonieta que tomou conta da minha agitação ela que é serena.

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 28/02/2010 14:35  Atualizado: 28/02/2010 14:42
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Sou um Poeta diferente
Minha querida Rosa.
Tu emocionas-me, sabias?
Ah... fossem todos como tu,
e este mundo seria bem melhor.
O poema? Lindo!! lindo e emocionante!
Beijo, amiga linda
Vóny Ferreira

PS:- Quando li o teu poema não tinha lido os comentários. Aliás... raramente o faço.
Rosa, a ti só tenho a dizer. A ti... sim!
Escreve o que te vai na alma. Sempre...!

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 28/02/2010 14:49  Atualizado: 28/02/2010 14:54
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Sou um Poeta diferente p/ Rosafogo
Apeteceu-me voltar... sim! Apeteceu-me e então, para quem não conhece um dos maiores filósofos Português, que foi quase analfabeto, aqui ficam algumas quadras que escreveu demonstrando grande sabedoria.
Seu nome, meus senhores?
António Aleixo!!!!!!!!!!!!!!!

Vós que lá do vosso Império
prometeis um mundo novo,
calai-vos, que pode o povo
qu'rer um Mundo novo a sério.

Que importa perder a vida
em luta contra a traição,
se a Razão mesmo vencida,
não deixa de ser Razão

Uma mosca sem valor
Poisa c'o a mesma alegria
na careca de um doutor
como em qualquer porcaria.

P'ra mentira ser segura
e atingir profundidade
tem de trazer à mistura
qualquer coisa de verdade.

São parvos, não rias deles,
deixa-os ser, que não são sós:
Às vezes rimos daqueles,
que valem mais do que nós.

Julgando um dever cumprir,
Sem descer no meu critério,
Digo verdades a rir
Aos que me mentem a sério!

Há luta por mil doutrinas.
Se querem que o mundo ande,
Façam das mil pequeninas
Uma só doutrina grande.

Sei que pareço um ladrão...
mas há muitos que eu conheço
que, sem parecer o que são,
são aquilo que eu pareço.

Sem que discurso eu pedisse,
ele falou, e eu escutei.
Gostei do que ele não disse;
do que disse não gostei.

Morre o rico, dobram sinos;

Morre o pobre, não há dobres...

Que Deus é esse dos padres,

Que não faz caso dos pobres?

O mundo só pode ser
melhor do que até aqui,
quando consigas fazer
mais p'los outros que por tí!

Veste bem, já reparaste?
mas ele próprio ignora
que, por dentro, é um contraste
com o que mostra por fora.

Eu não sei porque razão
certos homens, a meu ver,
quanto mais pequenos são
maiores querem parecer.

Nas quadras que a gente vê,
quase sempre o mais bonito
está guardado pr'a quem lê
o que lá não está escrito.

Vemos gente bem vestida,
No aspecto desassombrada;
São tudo ilusões da vida,
Tudo é miséria dourada.

Os novos que se envaidecem
Pelo muito que querem ser
São frutos bons que apodrecem
Mal começam a nascer.

Para triunfar depressa

cala contigo o que vejas

finge que não te interessa

aquilo que mais desejas.

Os que bons conselhos dão

ás vezes fazem-me rir

por ver que eles mesmos, são

incapazes de os seguir.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 28/02/2010 15:14  Atualizado: 28/02/2010 15:14
 Re: Sou um Poeta diferente
Rosa,fiquei aqui abobalhada com o sucedido...
Depois de ler tão lindo texto onde expressaste o teus pensamentos,vejo o que disseste o que lhe sucedeu...
Tu és uma mulher de fibra,uma mulher guerreira,que tens um lindo coração capaz de perdoar qualquer insulto ou crítica...

Amei a forma que respondeste os comentários explicando o poema...
O poeta/poetisa é livre para expressar o que quer e como quer,na hora que quer e a quem quiser...
Se poetou a sua tristeza que ela seja apreciada por quem saiba apreciar...

Tens os teus amigos e são muitos...
Fiquei também encantada com o comentário da Vóny e o poema por ela deixado...

Parabéns as duas!

Abraços ternos e carinhosos,e continue sim a poetar o que lhe vai a alma,seja sempre você mesma!

Rosa

Enviado por Tópico
Alexis
Publicado: 28/02/2010 15:36  Atualizado: 28/02/2010 15:37
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade: guimarães
Mensagens: 7254
 Re: Sou um Poeta diferente para quem quiser ler
eu costumo ler os textos que comento.os comentários dos outros também.acho interessante.volto a insistir que há gente a bater na mesma tecla e a partir de um pressuposto errado.como ser mais clara?eu NÃO acho que ter estudos ou não tenha a ver com ser-se poeta ou não,"falhado",ou não.aliás a palavra falhado,não é minha. não sei de onde certas pessoas foram buscar essa idéia.insistem nela.deve ser motivada por algo que me ultrapassa...ou talvez não.há uma insistência que,para mim, não é inocente neste colocar das questões.mas não gosto que me imputem idéias com as quais não me identifico.por isso venho tentar esclarecer as vezes que me apetecer.
agora... se gostam de ora lamentar-se,ora gabar-se de coisas sem nexo...fiquem à vontade.apenas observo e interpreto,à minha maneira.para que fique aqui outra visão das coisas,para quem quiser realmente ler e pensar.há os que o fazem.

fiquem bem,todos os que por aqui escrevem e lêem.saber ler também é importante.

os meus cumprimentos
alex




Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 28/02/2010 16:44  Atualizado: 28/02/2010 16:44
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: Sou um Poeta diferente
Este poema se repararem se chama «Sou um Poeta diferente» não um poeta falhado, e toda a conversa que nele faço é comigo própria, é aquilo
que sinto por querer fazer melhor e não conseguir,
e ter até medo de lhe chamar poema com medo de ofender
quem dessa Arte é verdadeiro artista, ou até mesmo
ofender a própria poesia.
E depois o desabafo, se alguém não gostar
daquilo que em geral escrevo que me julguem, mas
que sintam que sou gente e compreendam que o que me faz ser diferente é a falta de mais
cultura. Sou eu que digo, que falo de mim própria,
não quero agredir ninguém, se não fui mais longe
foi porque a vida não mo proporcionou, mas também
aí ninguém aqui é culpado,
Desejo muito, do coração, que todos se entendam,
continuo a dizer que não foi minha intenção desplotar semelhante (confusão) ou desacordo
entre os Poetas, senão darei por mal empregue
o tempo que por aqui levo.

A todos desejo um domingo de paz.
rosa

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 28/02/2010 17:43  Atualizado: 28/02/2010 17:43
 Re: Sou um Poeta diferente
Querida poetisa Rosa.

Sabes de uma coisa, tenho muito amor ágape por tí, tu és uma poetisa diferente, que muito fico feliz por ter te conhecido aqui nesse espaço, por isso aprendí amar este lugar, por ter a oportunidade de conhecer pessoas assim como você.

Mesmo em momentos maus "sem inspiração", não pare de escrever, terás sempre uma leitora. (eu).

Beijo



Enviado por Tópico
Avozita
Publicado: 28/02/2010 21:33  Atualizado: 28/02/2010 21:33
Colaborador
Usuário desde: 08/07/2009
Localidade: Casal de Cambra - Lisboa
Mensagens: 4531
 Re: Sou um Poeta diferente
Mesmo falhada, como o tal poeta diferente
que descreve no teu belo poema, és sempre
uma boa poetisa, escreves com alma o que
sentes, bons e maus momentos. Sem inspiração
fazes poesia. Só uma poetisa o consegue.
Adoro ler-te, amiga.
Beijinhos
Antonieta