https://www.poetris.com/

 
(1) 2 3 4 5 »
Offline
RomuloNarducci
Supernova
São nuvens que cobrem o céu, são lágrimas que caem ao chão, são corpos que se tocam, que gozam e ...
Enviado por RomuloNarducci
em 14/06/2012 06:46:49
Offline
RomuloNarducci
O Algoz Assassino de Sonhos
Em meu peito existe um coração que espeta, como os espinhos das rosas frescas colhidas do jardim...
Enviado por RomuloNarducci
em 17/09/2011 14:57:19
Offline
RomuloNarducci
Meu Peito é Um Cais II
Se meu peito é um cais e minha alma voa como o vento, o meu coração está na arrebentação e observ...
Enviado por RomuloNarducci
em 16/09/2011 23:00:03
Offline
RomuloNarducci
Meu Peito é Um Cais
Meu peito é um cais onde aportam sonhos e despedem-se naus vazias de esperança, e quando sutilmen...
Enviado por RomuloNarducci
em 16/09/2011 22:56:00
Offline
RomuloNarducci
No Silêncio
As casas estão com janelas fechadas e o medo se esconde atrás das portas. O medo perfaz o camin...
Enviado por RomuloNarducci
em 19/02/2011 15:18:21
Offline
RomuloNarducci
Os Livros
Ser o que podemos ser, sentir o que podemos sentir, viver como podemos viver, na liberdade utópic...
Enviado por RomuloNarducci
em 17/01/2011 14:33:57
Offline
RomuloNarducci

Comendo o pó do tempo da ampulheta quebrada sobre o tapete de chegada, esconde-se a angústia nas ...
Enviado por RomuloNarducci
em 19/11/2010 00:24:29
Offline
RomuloNarducci
Sacrifício
I Sangue derramado. Desvelo do sacrificial desejo momentâneo de um pobre homem. Santificado o p...
Enviado por RomuloNarducci
em 16/09/2010 19:55:32
Offline
RomuloNarducci
A Áspide e o Anjo do Martírio (Ou Reverberações Insanas)
Reverberações insanas ecoam do frágil e cocho pensamento. O filho desgarrado caminha e santific...
Enviado por RomuloNarducci
em 25/08/2010 17:26:48
Offline
RomuloNarducci
Esperando no Frio
Te esperarei no frio, ao vento que sopra da BR-101 e ao sereno empoeirado à beira do colapso. Qu...
Enviado por RomuloNarducci
em 16/08/2010 21:58:33
Offline
RomuloNarducci
Sapatos Velhos
Essa noite, eu calcei sapatos velhos que me deram, meus pés entraram meio apertados mas o confo...
Enviado por RomuloNarducci
em 30/07/2010 03:43:07
Offline
RomuloNarducci
Angústia (Ou a Dança de Mefistófiles sobre o Claustro da Loucura)
Dancemos com Mefistófiles sobre o claustro da loucura! Dancemos com Cristo sobre a cruz tombada...
Enviado por RomuloNarducci
em 24/07/2010 00:31:14
Offline
RomuloNarducci
A Maldição de Cronos
Não comerás do pão o miolo que te alimenta E nem beberás do vinho o fermentado que te embriaga,...
Enviado por RomuloNarducci
em 19/07/2010 13:54:23
Offline
RomuloNarducci
A Grande Prostituta
A grande prostituta levantou-se da cama, corpulenta, suada, com um sorriso maldito, embebido de ...
Enviado por RomuloNarducci
em 16/07/2010 15:40:57
Offline
RomuloNarducci
Parceiro da Solidão (Ode ao Velho Safado)
Parceiro da solidão? Neste quarto apertado Não me sinto só... 392 discos de vinil 223 CD’s 5 g...
Enviado por RomuloNarducci
em 30/06/2010 03:46:30
Offline
RomuloNarducci
Introspecção
Me calo diante das possibilidades quando as vertigens vêm e vão, meus desregrados pensamentos... ...
Enviado por RomuloNarducci
em 30/06/2010 03:29:06
Offline
RomuloNarducci
A Velha Máquina de Escrever
Com minha velha máquina de escrever, olho na janela o sol quebrar a cortina com sua luz diáfana, ...
Enviado por RomuloNarducci
em 06/06/2010 16:46:02
Offline
RomuloNarducci
O Homem e o Túmulo
O túmulo por sua vez traz ao homem visões de um futuro macabro e sombrio. O faz pensar do que va...
Enviado por RomuloNarducci
em 27/05/2010 04:59:40
Offline
RomuloNarducci
Poema no Escuro
A escuridão vem e te domina. Traga o corpo e o espírito numa ciranda pueril de penumbras e somb...
Enviado por RomuloNarducci
em 20/05/2010 01:29:43
Offline
RomuloNarducci
Palhaço Vadio
Quero mais um trago! Vou beber à minha saga! Pois o poeta é um palhaço vadio do circo de horro...
Enviado por RomuloNarducci
em 19/05/2010 06:00:43
(1) 2 3 4 5 »