https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Fantasia : 

QUIMERAS

 
Tags:  Baile    xaile    vida perdida    sapatos de cetim  
 
QUIMERAS


Guardei os sapatos de cetim
E o vestido de levar ao baile
Juntei-lhe perfume de jasmim
Ficou na memória o xaile
Pobre do xaile e de mim!

Desvanecem-se os pormenores
A saudade é tudo o que resta
Dos bordados e bastidores
Dos meus primeiros amores
Quando a Vida era uma festa.
Open in new window











O futuro é corredor escuro
E o amor fogo que ardeu
E não há nada mais duro
Que na Vida o que se perdeu
Vejo-me ao espelho não sou eu
Já nem sei o que procuro.

Olhos às nuvens erguidos
Lembram mãos que se apertavam
Lembram os beijos furtivos
Os abraços que se davam
Cartas escritas se rasgavam
Mas já esqueci os motivos.

Tenho que dar ordem à Vida
O tempo é quem tem a culpa
De me trazer esquecida
Sem sequer me pedir desculpa.
Dor sem peso nem medida.

Tardava em adormecer
Amar era um trinta e um
Mas pior era não ter
Na vida amor nenhum.

Que importa!?Que me importa!?
O que lá vai é esquecimento
Trago a viagem já morta
Promessas leva-as o vento.

rosafogo

Esta poesia escrita há muito tempo, tinha o nome de Caixa de Pandora, mas já nem recordo a razão,
hoje mudei-lhe o título, e é mais uma poesia simples que sai do arquivo.


Na plenitude da felicidade, cada dia é uma vida inteira.
Johann Wolfgang Von Goethe



 
Autor
rosafogo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1260
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
62 pontos
38
0
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
DulceGomes
Publicado: 27/04/2010 20:43  Atualizado: 27/04/2010 20:43
Muito Participativo
Usuário desde: 04/04/2010
Localidade: Sines
Mensagens: 55
 Re: QUIMERAS
Olá Rosa. Assenta-lhe muito bem este título "Quimeras". Quem não as teve ou tem? Muito bonito o seu versejar. Gosto sempre de a ler.
Beijinho.
Dulce


Enviado por Tópico
arfemo
Publicado: 27/04/2010 20:52  Atualizado: 27/04/2010 20:52
Colaborador
Usuário desde: 19/04/2009
Localidade:
Mensagens: 4812
 Re: QUIMERAS
...quadras bem resguardadas das investidas do tempo, melodiosas, perfumadas, pelas saudades que sente...

beijo, Rosa
arfemo


Enviado por Tópico
Runa
Publicado: 27/04/2010 20:55  Atualizado: 27/04/2010 20:55
Colaborador
Usuário desde: 24/04/2010
Localidade: Santo Antonio Cavaleiros
Mensagens: 1177
 Re: QUIMERAS
Bonito!
Que mais surpresas irão sair desse arquivo... Ou será uma caixa de Pandora?


Enviado por Tópico
Beija-Flor76
Publicado: 27/04/2010 20:59  Atualizado: 27/04/2010 20:59
Colaborador
Usuário desde: 23/02/2010
Localidade: PORTUGAL
Mensagens: 2058
 Re: QUIMERAS
Pois é, a famosa caixa de Pandora onde só restou a esperança.
Amiga, sabe bem porque gosto tanto de si, porque escreve ao meu jeito, duma forma que eu entendo tão bem como se saísse de mim,e adoro ler todas as voltas e revoltas que lhes dá, para o produto final ser sempre um encanto.
Promessas leva-as o vento, mas não leva a alma destes poemas.
Beijinhos
beija-flor


Enviado por Tópico
eduardas
Publicado: 27/04/2010 21:00  Atualizado: 27/04/2010 21:00
Colaborador
Usuário desde: 19/10/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3731
 Re: QUIMERAS p/Rosa
E quem nunca teve ou tem sonhos? viver deles é estar vivo.

Belo como sempre.

bj
Eduarda


Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 27/04/2010 21:04  Atualizado: 27/04/2010 21:04
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 11978
 Re: QUIMERAS
A saudade que sempre traz o aroma das quimeras vividas e a essência da poetiza.
Leve e solto no tom que te é peculiar.

Beijos


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 27/04/2010 21:10  Atualizado: 27/04/2010 21:10
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: QUIMERAS
Mais um belo poema querida Rosa,
ao teu estilo inconfundível.
Gostei muito
Bj
Vóny Ferreira
favorito sem duvida


Enviado por Tópico
mariagomes
Publicado: 27/04/2010 21:26  Atualizado: 27/04/2010 21:26
Colaborador
Usuário desde: 18/04/2010
Localidade:
Mensagens: 1614
 Re: QUIMERAS
olá, quiméras também as tenho, mas estas estão maravilha, por isso não podiam ficar no arquivo.
beijinho


Enviado por Tópico
Betha Mendonça
Publicado: 27/04/2010 21:33  Atualizado: 27/04/2010 21:33
Colaborador
Usuário desde: 01/07/2009
Localidade:
Mensagens: 6675
 Re: QUIMERAS
Rosa,
Independente das gerações o teu poema é sempre atual, pois as atividades e sentimentos femininos são universais.A cada estrofe uma supresa. :)
Bjins, Betha.


Enviado por Tópico
Branca
Publicado: 27/04/2010 22:11  Atualizado: 27/04/2010 22:11
Colaborador
Usuário desde: 05/05/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 2743
 Re: QUIMERAS
Esse é o preço que os anos cobram, quando já é passado tempos de emoção e frescor.
Restam as lembranças, ora boas ou ruins, e concordo plenamente contigo, pior é não ter na vida amor nenhum.
beijo minha querida.


Enviado por Tópico
Avozita
Publicado: 27/04/2010 22:45  Atualizado: 27/04/2010 22:45
Colaborador
Usuário desde: 08/07/2009
Localidade: Casal de Cambra - Lisboa
Mensagens: 4531
 Re: QUIMERAS
Amores são companheiros da vida,
sejam passado ou presente.
Viver sem amor, não é viver.
O teu poema saido do baú é lindo,
nem tem bafio ou bolor, está actual
e perfumado, como tão bem sabes.
Beijinhos amiga
Antonieta


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/04/2010 23:42  Atualizado: 27/04/2010 23:42
 Re: QUIMERAS
O importante é amar, sem amor a vida não tem razão de ser.

Um abraço com carinho para Natalia.


Rosangela


Enviado por Tópico
gil de olive
Publicado: 28/04/2010 01:04  Atualizado: 28/04/2010 01:04
Colaborador
Usuário desde: 03/11/2007
Localidade: Campos do Jordão SP BR
Mensagens: 5046
 Re: QUIMERAS
Não concordo com essa poesia simples de jeito nenhum.Pra mim e uma tremenda poesia!


Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 28/04/2010 01:17  Atualizado: 28/04/2010 01:17
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 12489
 Re: QUIMERAS
O que dizer depois de ler tão geniosas e enternecedoras linhas, ricas em rimas e em harmonia? Não sei o que dizer. Assim sendo, deixo meus parabéns e aproveitando a oportunidade de estar aqui para mandar-te mais de mil beijinhos, todos felizes e rumo ao teu coração. Beijinhos!


Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 28/04/2010 02:06  Atualizado: 28/04/2010 02:06
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9297
 Re: QUIMERAS
Querida Rosa!

Versos como sempre muito bem compostos com as rimas que tanto gosto. Sapatos de cetim, parece um conto da carochinha, lindo de viver!
Mas minha querida, esta é uma poesia simples que saiu do arquivo, Deus do céu, esta já é uma verdadeira obra prima!

Bjinhos
♫Carol


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 28/04/2010 02:52  Atualizado: 28/04/2010 02:52
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: QUIMERAS
o futuro para mim esta no brilho dos seus olhos e nada muda isso. Te ler é como respirar, uma necessidade. beijo querida


Enviado por Tópico
Conceição Bernardino
Publicado: 28/04/2010 18:04  Atualizado: 28/04/2010 18:04
Colaborador
Usuário desde: 22/08/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 3330
 Re: QUIMERAS
olá Rosita minha querida,

são essas quimeras que nos fazem sentir que ainda estamos vivas...é lá que permaneço

beijinho com carinho
aqui do norte e com
saudade


Enviado por Tópico
karolis.br@sapo.pt
Publicado: 28/04/2010 20:42  Atualizado: 28/04/2010 20:42
Da casa!
Usuário desde: 17/04/2010
Localidade: Cascais. Portugal.
Mensagens: 368
 Re: QUIMERAS
Depois de tantos e tão bons comentários,que posso mais eu dizer?!
Esse poema tocou no meu ponto fraco: Saudade!
Saudade das fantasias,sonhos;ilusões,enfim...quimeras.

Bom poema. Parabéns!

bjs.


Enviado por Tópico
CLEIDEYAMAMOTO
Publicado: 28/04/2010 21:32  Atualizado: 28/04/2010 21:32
Da casa!
Usuário desde: 27/03/2010
Localidade: Pindamonhangaba-SP-Brasil
Mensagens: 226
 Re: QUIMERAS
Caixa de Pandora... Quimeras... Tanto um, como o outro é lindo!

Os versos fazem vivos os seus momentos idos, e quantos momentos de encantamento e sentimentos, que hoje lhe são lembranças e a nós o deleite de lê-las em tão belas e ricas poesias.

Gosto muito de vir aqui...

Beijo, Rosa