Poemas -> Saudade : 

tenho sede de tempo...

 
tenho sede de tempo,
cai a tarde
como fruta madura
e à distância cantam os pinhais
o sol já não arde,
tocam os sinos dando sinais
e eu aqui oculta pela bruma
lembrando tudo,
tanta coisa uma a uma.

lembro o caminho da nascente,
com os risos de então
lembrança sempre presente
que não rejeito...não!

quero ser criatura
de alegria,
trazer à minha noite o luar
e eu e tu ser um só rio
a desaguar no mar...
extingue-se mais um dia
entre matizes amarelos
tenho sede de tempo
dum tempo primaveril
aquele que me vestia
a alma
e não este, que é prisão
e me corrói o rosto,
e esvazia o coração.

dá-me a mão,
vamos caminhar mais agéis
viver mais intensamente
onde o limite seja o céu
só tu e eu.
por algum tempo havemos de ignorar
o que de nós se perdeu
vivamos mais outro dia,
antes que a noite venha perturbar
ergamos nossa rebeldia

e quando a morte vier
num outro dia qualquer
pairando como um gavião,
sobre nós,
dá-me a tua mão
quando já nada haja para crer,
resta em mim a credulidade...
ainda assim vou sentir a doçura
da tua mão
na minha mão,
e levarei dela saudade.

natália nuno
rosafogo



Na plenitude da felicidade, cada dia é uma vida inteira.
Johann Wolfgang Von Goethe



 
Autor
rosafogo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1338
Favoritos
6
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
66 pontos
18
0
6
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 05/05/2013 15:23  Atualizado: 05/05/2013 15:23
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 8298
 Re: tenho sede de tempo...
Bom dia Natália, depois de construirmos um mundo a dois, ficamos perdidos quando sozinhos, e calamos pela companhia do nosso par em tempo integral, Parabéns pelo seu envolvente poema, um grande abraço, MJ.


Enviado por Tópico
Haeremai-beijo azul
Publicado: 05/05/2013 15:35  Atualizado: 05/05/2013 15:35
Da casa!
Usuário desde: 02/02/2013
Localidade:
Mensagens: 314
 Re: tenho sede de tempo...
Um poema com principio meio e fim. Gostei

HM


Enviado por Tópico
GELComposicoes
Publicado: 05/05/2013 19:01  Atualizado: 05/05/2013 19:01
Luso de Ouro
Usuário desde: 04/02/2013
Localidade: Uberlândia - MG - Brasil
Mensagens: 2362
 Re: tenho sede de tempo...
Belíssimo, intenso, completo...
Adorei.
Abração.


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 05/05/2013 20:20  Atualizado: 05/05/2013 20:20
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 13074
 Re: tenho sede de tempo...
Amiga Natalia
Esse poema tocou fundo! Perfeito!
Favoritei!
Beijos!
Janna


Enviado por Tópico
belarose
Publicado: 05/05/2013 21:17  Atualizado: 05/05/2013 21:17
Colaborador
Usuário desde: 28/10/2010
Localidade:
Mensagens: 9026
 Re: tenho sede de tempo...
Boa tarde Rosa!

Lindo minha amiga,parabéns levo comigo tb.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 06/05/2013 14:18  Atualizado: 06/05/2013 14:18
 Re: tenho sede de tempo...
Lindo poema, rosafogo, para ler e reler muitas vezes.
Favoritei!

bj e uma semana maravilhosa


Angela


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 06/05/2013 19:40  Atualizado: 06/05/2013 19:40
 Re: tenho sede de tempo...
Olá Poetisa Rosafogo,

Versos de sincero amor, vigor e valorizar o que nos é felicidade.
Felizes os que partilham a mão em tão encantadores versos.
Obrigado por partilhares sua mensagem e poesia.
Tenhas uma ótima semana


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 07/05/2013 03:30  Atualizado: 07/05/2013 03:30
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17656
 Re: tenho sede de tempo...
e isso ficou lindo de uma maneira que
escapam-me as palavras. bendita sejas. bjs


Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 07/05/2013 20:26  Atualizado: 07/05/2013 20:26
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9297
 Re: tenho sede de tempo...
Amiga Poetisa
Natalia


Mais um lindo poema...sentir a doçura da mão do ser amado...é assim amiga...que essas mãos recebam o carinho daquelas mãos que tão bem conheces por muito tempo ainda...
Belo doce e saudoso adorei ler.
Bjinhos
Carol