https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

TAPETE VERMELHO - (insônias da vida) Declamado por Rosany Costa

 
Tags:  terra    insônia    vermelho    cio    elendemoraes    tapete  
 
TAPETE VERMELHO - (insônias da vida)  Declamado por Rosany Costa
 

Ó tu, que te entorpeces
Com a bebida dos sonhos destilados
Nas longas vigílias da alma...
Com os desejos mirabolantes
Do teu inconseqüente coração...
Com os pesadelos
Das tuas desestruturadas emoções...
Com as insônias da vida...

Desadormece!


Pisa no chão da tua realidade!
Nesse chão batido pelas tuas incertezas,
Nesse tapete vermelho de terra firme
Derramado à tua frente
Para amortecer as passadas
Do teu desencanto.
Esse chão de terra molhada
Pelo gotejar das tuas lágrimas,
Pela queda do teu pranto magoado,
Pela chuva da tua desesperança,
Pelos desencontros,
Pela solidão
- Essa tua amante de todas as épocas -

Pressente nos gemidos,
No farfalhar das folhas caídas
Que sucumbem ao peso da tua insatisfação,
O amor que se despeja à tua passagem,
A paixão que se incendeia à tua volta,
A sensualidade que acede à tua essência,
A vida que te renasce...

Descansa a fadiga da tua eterna procura
Na posteridade do meu amor...
Asperge sobre esse chão,
Sobre esse tapete de terra no cio,
A desilusão das tuas fantasias,
O orvalho da tua inspiração,
O desassossego dos teus versos,
O harmonioso canto das tuas poesias.

Elen de Moraes


TAPETE VERMELHO (insônias da vida)


Open in new window


Imagens colhidas na net. Montagem de Elen de Moraes
Declamação de Rosany Costa


 
Autor
elendemoraes
 
Texto
Data
Leituras
1709
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
6
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Sterea
Publicado: 15/05/2010 15:10  Atualizado: 15/05/2010 15:10
Colaborador
Usuário desde: 20/05/2008
Localidade: Porto
Mensagens: 3397
 Re: TAPETE VERMELHO
A intensidade das palavras, a força das palavras, é a sua magem de marca, Elen... e aqui... fizerm-me estremecer.

Beijo

(ah, então?... ainda continua com medo de crianças mal comportadas...? - acesso restrito!?...)


Enviado por Tópico
PROTEUS
Publicado: 15/05/2010 15:18  Atualizado: 15/05/2010 15:18
Colaborador
Usuário desde: 27/03/2010
Localidade:
Mensagens: 3709
 Re: TAPETE VERMELHO
Pois não há o que restringir quando o que tem para mostra é tão lindo.
Linda poesia.
Linda
linda...


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 15/05/2010 16:33  Atualizado: 15/05/2010 16:33
 Re: TAPETE VERMELHO
"...Asperge sobre esse chão,
Sobre esse tapete de terra no cio,
A desilusão das tuas fantasias,
O orvalho da tua inspiração..."


li seu poema com avidez e nada há nele que o faça ser restrito. muito pelo contrário, diante apenas desta quadra, bastou-me, conclui que escreve bela poesia. foi um prazer lê-la, poetisa.

um beijo e afetuoso abraço, Elen

zésilveira