https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Dedicatória : 

O POEMA E A BAILARINA DE PLÁSTICO *

 
O Poema e a Bailarina encontraram-se
Na solidão de um quarto exíguo,
Numa noite sem estrelas nem luar,
À luz de um velho candeeiro de porcelana.
Ele, vive no versos e sonetos rabiscados
De um inacabado livro de mesinha-de-cabeceira;
Ela, presa no mecanismo magnetizado
De uma caixa de madeira pintada à mão.

Ela, deixou-se prender pelo ritmo dolente
Das palavras ternas que ele lhe sussurra
E ele, pelo seu corpo de plástico colorido
A rodopiar ao som de um piano metálico.
Incapazes de se libertarem daquele feitiço,
Aguardam ansiosamente pela noite;
Ela, encerrada na escuridão da caixa fechada;
Ele, nas páginas vazias do livro por escrever.

Quando o poeta se entrega a si mesmo,
Mergulhado na tela colorida dos sonhos,
E seu pincel traça cristalinas paisagens
Sobre cavaletes de espuma e vento;
A magia, todas as noites renovada,
Acende-se na penumbra sufocante do quarto
Libertando os amantes acorrentados
Às frias amarras de um estranho destino.
Ela, das profundezas de um camarim soterrado
Emerge, com seu vestido de seda branco
E um realejo de fantasias por satisfazer,
Enchendo o quarto com arrebatadas danças.
Ele, abre asas e desliza nos céus de papel,
Ao ritmo da melodia que rasga o silêncio
Em exaltados versos que ganham vida,
Imortalizando uma paixão impossível.



* Dedicado a todos os amores incompatíveis, separados por um abismo de preconceitos, ou qualquer outro tipo de barreiras.
 
Autor
Runa
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2542
Favoritos
6
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
76 pontos
28
0
6
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Sentimentalmente
Publicado: 21/05/2010 20:55  Atualizado: 21/05/2010 20:55
Participativo
Usuário desde: 28/04/2010
Localidade:
Mensagens: 23
 Re: O POEMA E A BAILARINA DE PLÁSTICO *
Enorme poema, numa imagem que traduz de forma sublime esses tais amores incompatíveis ou não consumados por qualquer razão que ultrapassa o próprio amor.

Gostei imenso

Abraço


Enviado por Tópico
JBMendes
Publicado: 21/05/2010 21:27  Atualizado: 21/05/2010 21:27
Colaborador
Usuário desde: 13/02/2010
Localidade:
Mensagens: 5222
 Re: O POEMA E A BAILARINA DE PLÁSTICO *
Runa -Seu poema é imenso pelo conteúdo poético e pela unidade da ternura e do romantismo. Não há o que destacar, ele é um TODO, indivisível, de infinita beleza.
Parabens
Um abraço
JBMendes



Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/05/2010 21:47  Atualizado: 21/05/2010 21:47
 Re: O POEMA E A BAILARINA DE PLÁSTICO *
Um linda dedicatória, E quantas impossibilidades bailam em caixas abertas, deixando em caixinhas de músias apenas a ouvir o som do amor, o coração que está acorrentado impossibilitado de voar, lindo o poema, lindo o sentido... bjus poeta.


Enviado por Tópico
eduardas
Publicado: 21/05/2010 21:59  Atualizado: 21/05/2010 21:59
Colaborador
Usuário desde: 19/10/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3731
 Re: O POEMA E A BAILARINA DE PLÁSTICO * p/Runa
Penso que em muito um poema não me tocou tanto como este. Pela tua capacidade de escreves como o fazes, quer pelo tema que faz reflectir.

Obrigada por este momento.

Este levo-o!

bj
Eduarda


Enviado por Tópico
Avozita
Publicado: 21/05/2010 22:09  Atualizado: 21/05/2010 22:09
Colaborador
Usuário desde: 08/07/2009
Localidade: Casal de Cambra - Lisboa
Mensagens: 4533
 Re: O POEMA E A BAILARINA DE PLÁSTICO *
Ler-te é sempre agradável,
seja qual for o tema.
Beijo
Antonieta


Enviado por Tópico
Beija-Flor76
Publicado: 21/05/2010 23:27  Atualizado: 21/05/2010 23:27
Colaborador
Usuário desde: 23/02/2010
Localidade: PORTUGAL
Mensagens: 2058
 Re: O POEMA E A BAILARINA DE PLÁSTICO *
Amigo Runa, no seu melhor...
Que poema
Que inspiração divina.
Talvez o melhor que li de ti, pelo conteúdo e pela forma harmoniosa com que se dá o desenlace suave deste poema.
Quase fiquei com inveja de não ter sido eu a escrevê-lo, rsrsrs.

abração amigo e desculpa mas este vai na minha mala de cartão.


Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 21/05/2010 23:50  Atualizado: 22/05/2010 23:28
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: O POEMA E A BAILARINA DE PLÁSTICO *
Olha Runa eu, vim ler e quero dizer-te que gostei é um poema harmonioso,e muito bem escrito,
merecia uma apreciação melhor, mas hoje tive um dia muito mau e passo só porque me deixei atrasar um pouco, na leitura que é hábito fazer aos Poetas
que gosto de ler.

bom fim de semana
beijinho
rosa

Hoje um dia mais calmo, venho ler de novo e reforçar o que disse, é de facto um bom poema.
É grande a tua capacidade de escrita e igual a
tua sensibilidade poética.

Enviado por Tópico
mariagomes
Publicado: 22/05/2010 00:31  Atualizado: 22/05/2010 00:31
Colaborador
Usuário desde: 18/04/2010
Localidade:
Mensagens: 1614
 Re: O POEMA E A BAILARINA DE PLÁSTICO *
Olá meu amigo, vale sempre a pena passar por aqui, para ver o ritmo da melodia a rasgar o silêncio para dar vida a um grande poema, gostei muito.
beijo
mariagomes

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 22/05/2010 01:15  Atualizado: 22/05/2010 01:15
 Re: O POEMA E A BAILARINA DE PLÁSTICO *
Rui,

Não sabes como fiquei encantada com este poema...amei ele ao todo..

E eu mais que ninguém sei o que significa amores impossíveis...

O amor tem lá essas brincadeiras com os corações...ou seria o destino?

Parabéns!
Levo-o comigo!

Beijinhos ternos...

Rosa

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 22/05/2010 07:35  Atualizado: 22/05/2010 07:35
 Re: O POEMA E A BAILARINA DE PLÁSTICO *
esta historia real à filme é realmente fabulosa
teve um efeito algo estranho e que adorei
Abraço

Enviado por Tópico
luciusantonius
Publicado: 22/05/2010 21:50  Atualizado: 22/05/2010 21:50
Colaborador
Usuário desde: 01/09/2008
Localidade:
Mensagens: 670
 Re: O POEMA E A BAILARINA DE PLÁSTICO *
Caro Runa

Registo o alcance do seu poema que traduz com genialidade situações da vida real. Amores às vezes absurdamente não concretizados, que se ficam pelos acordes de uma melodia que não chega a fazer-se ouvir.
Excelente divagação poética.

Um abraço
Antonius

Enviado por Tópico
Julio Saraiva
Publicado: 22/05/2010 22:04  Atualizado: 22/05/2010 22:04
Colaborador
Usuário desde: 13/10/2007
Localidade: São Paulo- Brasil
Mensagens: 4206
 Re: O POEMA E A BAILARINA DE PLÁSTICO *p/Runa
não sou mais crítico. fui alguns anos. até que passei a publicar os meus livros. e não seria ético continuar a escrever crítica literária. o que sei é que este seu poema é lindo. toca-me pronfundamente.

j.

Enviado por Tópico
EDILFRANCI
Publicado: 22/05/2010 23:56  Atualizado: 22/05/2010 23:56
Muito Participativo
Usuário desde: 25/03/2010
Localidade: Alfa-centauro
Mensagens: 83
 Re: O POEMA E A BAILARINA DE PLÁSTICO *
Viajei nestes versos. Me vi nas páginas deste livro, ainda por ser escrito e na imobilidade da bailarina, que espera ansiosa alguém que a salve desta letargia, para que enfim possa libertar-se e ir em busca do amor. Agradeço, ainda, sua visita e gentil comentário. Abraços. Edil

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 23/05/2010 14:21  Atualizado: 23/05/2010 14:21
 Re: O POEMA E A BAILARINA DE PLÁSTICO *
Quão grande és tu poeta! Somente uma palavra a única que te serve! SOBERBO!

Beijo azul

Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 23/05/2010 16:39  Atualizado: 23/05/2010 16:39
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12103
 Re: O POEMA E A BAILARINA DE PLÁSTICO *
Um poema com história na vida de tantos de de muitos outros...um bom desenvolvimento numa temática actual.

Beijos

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 23/05/2010 20:40  Atualizado: 23/05/2010 20:40
 Re: O POEMA E A BAILARINA DE PLÁSTICO *
gostei do poema fiquei a imaginar a historia da balarina e o poema, se formos a ver uma bailarina seja ela como for move-se como uma musa e ela é o poema a olhos visto pode inspirar muito poeta, gostei imenso
Abraços

)(:

Enviado por Tópico
JOSÉMANUELBRAZÃO
Publicado: 23/05/2010 20:57  Atualizado: 23/05/2010 20:57
Colaborador
Usuário desde: 02/11/2009
Localidade: Lisboa, PORTUGAL
Mensagens: 7775
 Re: O POEMA E A BAILARINA DE PLÁSTICO *
Gostei de te ler e vou a reflectir!

Abraço do ZÉ

Enviado por Tópico
Liliya
Publicado: 23/05/2010 21:16  Atualizado: 23/05/2010 21:16
Participativo
Usuário desde: 16/05/2010
Localidade:
Mensagens: 17
 Re: O POEMA E A BAILARINA DE PLÁSTICO *
Sentimento é o que nao falta neste poema.
Lindo simplesmente único.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 24/05/2010 21:28  Atualizado: 24/05/2010 21:28
 Re: O POEMA E A BAILARINA DE PLÁSTICO *
Belo poema, muitíssimo bem contextualizado, adorável, parabéns!

Enviado por Tópico
VIDEIRA
Publicado: 26/05/2010 09:04  Atualizado: 26/05/2010 09:04
Colaborador
Usuário desde: 30/10/2009
Localidade: Profundo Portugal
Mensagens: 502
 Re: O POEMA E A BAILARINA DE PLÁSTICO *
Versos belamente compostos
em bouquet de ofertar,
este poema trouxe-me
reminiscências dos contos
de encantar...

Um abraço!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 20/06/2010 13:36  Atualizado: 20/06/2010 13:36
 Re: O POEMA E A BAILARINA DE PLÁSTICO *
LINDISSIMO!!!!!!!LIN-DIS-SI-MO!!!!!!!!
ADOREI E LEVO PRA MIM.
EU BAILARINA E EU POETA E EU PIANISTA...NÃO DE CONCERTOS PUBLICOS mas "compondo canções" ao escrever poemas de amor!
hoje, delicio-me com teus escritos lindos obrigada por existir!

BEIJOS MEUS POETA!