https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Reflexo

 
Tags:  poema    bebida    álcool    boemia  
 
Serafim de Dias Santos
Já de batismo carrego blasfemia
vasto sorriso, vida boêmia
perdoe o pecado, se causo sem espanto

cair pelos cantos, viver da malícia
converto em álcool o ócio
de rotina fugir da polícia

Serafim de Dias Santos
"-Aquela carcaça de gente bebendo!"
noticia feliz é gol do Brasil
mulheres da vida e que afogaram Edir Macêdo

Mas não te ofendas, oh cristão!
Pois ja tenho meu julgamento
Madrugada, putaria, cachaça e cara no chão!


Serafim de Dias Santos

 
Autor
SerafimdosSantos
 
Texto
Data
Leituras
609
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.