https://www.poetris.com/

 
Offline
SerafimdosSantos
Verso, independentemente, meu verso
verso meu, que te gosto filho torto aleijado do ventre podre saiu a fórceps sem aval dos bacharé...
Enviado por SerafimdosSantos
em 14/01/2013 23:57:34
Offline
SerafimdosSantos
Caro poeta
Caro poeta, Ao trazeres caneta em punho Atente ao papel em branco Logo ele vai se revelando Port...
Enviado por SerafimdosSantos
em 13/09/2010 20:31:05
Offline
SerafimdosSantos
Duas Torres
Era uma vez, duas torres gêmeas Uma chamava-se Hiroshima A outra se chamava Nagazaki Julga...
Enviado por SerafimdosSantos
em 13/09/2010 16:22:56
Offline
SerafimdosSantos
Viuvinha
Viuvinha por que choras? Nem o sol quis te ver Vestida em luto Afogando flores em lagrimas O temp...
Enviado por SerafimdosSantos
em 04/09/2010 16:14:54
Offline
SerafimdosSantos
Segue...
E a vida segue lá fora Pelo curso das horas Que o homem inventou E ficou escravo Segue para a mu...
Enviado por SerafimdosSantos
em 13/08/2010 20:02:32
Offline
SerafimdosSantos
Mais um dia
Trabalhar de um crepusculo ao outro Seis dias por semana Por acreditar que o sentido da vida Esta...
Enviado por SerafimdosSantos
em 11/08/2010 19:50:34
Offline
SerafimdosSantos
Como?
Da cor da tua pele Do brilho do teu sorriso Que reflete em meus olhos E guia-os Do teu aroma, do...
Enviado por SerafimdosSantos
em 09/08/2010 01:26:42
Offline
SerafimdosSantos
Loucura da madrugada
Era começo de uma manhã sem sol Ainda dizia boa noite Desorientado Andei até cair no chão Sede de...
Enviado por SerafimdosSantos
em 08/08/2010 23:20:19
Offline
SerafimdosSantos
Cerca elétrica
Do jeito que anda a cidade Fingimos não ver nada População atrás das grades E muros de suas casas...
Enviado por SerafimdosSantos
em 08/08/2010 21:41:35
Offline
SerafimdosSantos
Poema em silêncio
Do alto da minha cidade Meus versos não tem pés no chão Sequer eles sabem quem são Muito prazer ...
Enviado por SerafimdosSantos
em 07/08/2010 18:27:55
Offline
SerafimdosSantos
Sem nome
O poema nasceu sem nome Órfão de alegria Filho da solidão Meio irmão da fome Quase cego nasceu P...
Enviado por SerafimdosSantos
em 19/07/2010 23:32:35
Offline
SerafimdosSantos
Seu Bebeto
Seu Bebeto quiz me ver Mas nao sabia o endereço Perguntou ao Seu Manoel Que estranhou tanto adere...
Enviado por SerafimdosSantos
em 07/07/2010 07:22:09
Offline
SerafimdosSantos
Julgamento
-Este ai não é poeta! Dizia um me vendo de longe -Não é nem nunca será! Dizia outro um pouco mai...
Enviado por SerafimdosSantos
em 06/07/2010 21:45:57
Offline
SerafimdosSantos
Reflexo
Serafim de Dias Santos Já de batismo carrego blasfemia vasto sorriso, vida boêmia perdoe o pecado...
Enviado por SerafimdosSantos
em 04/07/2010 22:17:35
Offline
SerafimdosSantos
A Bodega
Mais baratas que cadeiras Menos ar do que poeira Pelo chão, lixo. Pelo lixo, ratazanas Ambiente c...
Enviado por SerafimdosSantos
em 04/07/2010 18:32:17