https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

Máscaras

 
Tags:  sociedade    falsidade    máscaras  
 
Open in new window


Máscaras


Canso-me depois de me cansar, gasto-me depois de me gastar…
Acalma-te coração, não vale a pena a inquietação.

Não deixes as rugas chegarem e se enraizarem,
Respira fundo, na transpiração do rubor em desatino
No desalinho das mentes cansadas das máscaras
Se desmascaram a si próprias, constantemente.

Ouvem-se vozes em harmonia, dia a dia,
Vêem-se rostos de tristes criaturas contentes,
Enchendo os bolsos, cantam, riem, dançam,
Na virtualidade da vida vivida sem existência.

Nessa senda de existência sem vida, na mentira
Mentem ao sabor do ar que respiram,
Ouvimos nós boquiabertos, sem resposta
Ao devaneio louco do embuste aceite pela sociedade.

E assim acaba a história, pois assim se quer
Pensar cansa a beleza, da inimputável gente
… que somos no mundo… mas que mundo?!
Que gente, que futuro, que moral, que valores?!

Permaneço na inquietação de ter que me acalmar.

(imagem retirada da net)
 
Autor
Clarisse
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2728
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
22 pontos
14
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ÔNIX
Publicado: 29/07/2010 11:20  Atualizado: 29/07/2010 11:20
Colaborador
Usuário desde: 08/09/2009
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2696
 Re: Máscaras
Olá Clarisse

Um poema que diz e diz... mas cansa dizer e sentir e saber que somos apenas um ponto minúsculo e sem um ponto onde fixemos olhar

Gosto-te


beijos


Dolores Marques


Enviado por Tópico
agniceu
Publicado: 29/07/2010 11:40  Atualizado: 29/07/2010 11:40
Da casa!
Usuário desde: 08/07/2010
Localidade:
Mensagens: 386
 Re: Máscaras
Suas palavras gritam com indignação, com a razão de ver a multidão maquilhar seus desencantos…estamos cada vez mais perdidos, distantes das raízes que nos ligam á natureza verdadeira…

Obrigado pela sabedoria da sua escrita, que nos desperta…

Um abraço


Enviado por Tópico
José António Antunes
Publicado: 29/07/2010 13:55  Atualizado: 29/07/2010 13:55
Super Participativo
Usuário desde: 08/03/2008
Localidade: Portugal
Mensagens: 158
 Re: Máscaras
As mascaras com rostos por detras do pano, so0ciedade viciada...enfim sem entender resta mesmo acalmar, gostei do poema.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 31/07/2010 14:12  Atualizado: 31/07/2010 14:12
 Re: Máscaras
É mesmo a solução, porque tudo se vai solucionar por si. Toda a natureza tende ao equilíbrio. O Homem desafia tudo até a natureza, mas, esta é soberana e um dia Nós todos pagaremos pelo egoísmo colectivo.

Gostei e levo

Beijo azul


Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 18/08/2010 10:07  Atualizado: 18/08/2010 10:07
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11191
 Re: Máscaras
Clarisse,
Gosto muito da tua vertente social e crítica.
Um embuste de sociedade no palco da vida.
Beijinhos
Nanda


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 26/10/2010 22:38  Atualizado: 29/10/2010 22:09
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Máscaras
um poema bonito


Enviado por Tópico
Kolthar
Publicado: 26/10/2010 22:45  Atualizado: 26/10/2010 22:45
Super Participativo
Usuário desde: 25/08/2010
Localidade: Lisboa
Mensagens: 153
 Re: Máscaras
Que poema mais belo e profundo uma realidade que muitas máscaras ocultam.