https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

Filosofia de Vida

 
Tags:  fantasia    filosofia  
 


Escrevo
Palavras bonitas
Fazendo a introdução
A minha pessoa…
Sonhando e escrevendo
Mundo solitário este… o meu
Onde não existe a razão
Onde apenas se sonha
Ou onde apenas…
Apenas acontece aquilo tudo
Que nunca aconteceu.
A quem devo este meu ego
Que vem dizendo:
- Não!
-Não acordes para a realidade
-O mundo lá fora não presta.
A quem possa interessar
Talvez,
Esta seja a parte romântica
A quem não me conheça
Talvez,
Esta seja a parte louca.
Mas…
Para todos
Que todos saibam
Que um louco romântico
É muito mais feliz.


Escrevo…para libertar as personagens que não consigo Ser!
________________________________________
http://catalogoluademarfim.blogspot.pt/

http://catalogoluademarfim.blogspot.pt/



 
Autor
Paulo Afonso Ramos
 
Texto
Data
Leituras
18638
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 17/08/2007 15:29  Atualizado: 17/08/2007 15:29
 Re: Filosofia de Vida p/ Paulo Afonso
Escrever é um ato solitário, num mundo solitário.
Onde se sonha e onde "Apenas acontece aquilo tudo
Que nunca aconteceu"...
Isabor

Enviado por Tópico
Paloma Stella
Publicado: 17/08/2007 15:57  Atualizado: 17/08/2007 15:57
Colaborador
Usuário desde: 23/07/2006
Localidade: Barueri - SP
Mensagens: 3514
 Re: Filosofia de Vida
Ao que escreve, e ao que fazes,
Assim preza uma lealdade,
Algo para si mesmo,
Que conduz a escrita,
Com uma boa filosofia de vida.


Beijinhos

Enviado por Tópico
Le Tab
Publicado: 29/01/2010 09:34  Atualizado: 29/01/2010 09:34
Membro de honra
Usuário desde: 02/02/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 1460
 Re: Filosofia de Vida
É um sonhador sou, que sonha dia ser eterno o sonho. Pois há quem diga que o sonho comanda a vida, serei louco por pensar assim? Serei romântico? Ignorante, ou serei apenas mais um que tenta com o sonho alcançar a realidade?