Poemas : 

Bilhete

 

Entre
as folhas caídas
doiradas
amarelecidas
do guache outonal
achei perdido
um bilhete
em papel amarrotado
e da trémula caligrafia
bem igual àquele dia
fluiu todo o teu amor
escrito em seda e brocado

Nita Ferreira

 
Autor
NitaFerreira
 
Texto
Data
Leituras
930
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 17/10/2010 20:34  Atualizado: 17/10/2010 20:34
 Re: Bilhete
tudo isto num bilhete pequenino,
adorei
bjs

Enviado por Tópico
EdmilsonOliveira
Publicado: 17/10/2010 20:41  Atualizado: 17/10/2010 20:41
Membro de honra
Usuário desde: 07/10/2009
Localidade: Resende - Rio de Janeiro - Brasil
Mensagens: 228
 Re: Bilhete
...até hoje ainda guardo certos bilhetinhos, é muito bom lembrar pequenas coisinhas.Parabéns pelo texto.

Enviado por Tópico
Lander Lobão
Publicado: 17/10/2010 21:17  Atualizado: 17/10/2010 21:17
Participativo
Usuário desde: 05/07/2007
Localidade: Almada
Mensagens: 24
 Re: Bilhete
Na vida são esses momentos que nos dão alento para continuar.
Acho que a memória os guarda e lá permanecem intocáveis para que,
nos momentos que nos fazem falta, os desembrulhar. Adorei o teu poema.
Um quadro de amor... Perfeito. São momentos assim que deixam a alma e o coração,
cheios de saudade.
Um beijinho Nitinha, com todo o meu carinho