https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

SONETO DE UM ALGO PURO

 
Tags:  viver    soneto    pureza    puro  
 


Gê Muniz

SONETO DE UM ALGO PURO

Basta o dobrar da esquina para ganhar o mundo
Basta um só passo bem dado, mesmo descalço
Para submeter qualquer alma a viajar profundo...
(Apenas o último andar investe-se ao cadafalso)

De nada adiantará o olhar enfurecido, iracundo
De nada servirá aquele objetivo meramente falso
Melhor é devanear pelas ruas sujas, errabundo...
(Mesmo que se estanque o tronco num rebalso)

Ainda descobrirei o sentido em que a roda gira...
Irromperei da garganta um rouco bramido imaturo
(Até mais fácil aceitar o porquê um homem pira)

Nesta vida não há nada que seja mesmo seguro
A gente acerta o que não vê, e atira, atira, atira...
(Pois há algo guardado em mim que ainda é puro)
 
Autor
GeMuniz
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1404
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
38 pontos
22
0
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
anakosby
Publicado: 23/11/2010 19:59  Atualizado: 23/11/2010 19:59
Colaborador
Usuário desde: 12/04/2010
Localidade: Torres
Mensagens: 1739
 Re: SONETO DE UM ALGO PURO
Tudo é puro em ti.Tu és pura poesia. BEIJO, está lindo, lindo, lindo!

ADORO LER-TE.

OLHA, SE TU JÁ NÃO FOSSE MEU, EU ROUBAVA, COMPRAVA, SEI LÁ O QUE EU FAZIA.

És fantástico!


Enviado por Tópico
MelMartins
Publicado: 23/11/2010 20:18  Atualizado: 23/11/2010 20:18
Colaborador
Usuário desde: 02/06/2010
Localidade:
Mensagens: 941
 Re: SONETO DE UM ALGO PUROP/GeMuniz
Belo meu querido amigo, como te entendi... mas a vida é assim ela nos deixa atónitos porém é um aprendizado para ti para mim e para quem perceber, que é assim que crescemos, sim até aceitar o para quê de Deus é duro mas na luta vamos vendo, sabe amigo é no contemplar que crescemos os olhos param e vêem o propósito da vida...

Belo o teu poema de uma doçura e pureza sublimes!

Amei de coração e me vi nas questões.

Mas te garanto que embora não segura a vida ela é com certeza segura nos braços do Pai é lá que estou ...

Amei o teu soneto, perdoa o comentário longo meu amigo.

Beijos

Alice Barros


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 23/11/2010 20:38  Atualizado: 23/11/2010 20:38
 Re: SONETO DE UM ALGO PURO / Gê
Amigo Gê ! Um soneto pleno de verdades e que resulta duma viagem por dentro do ser a ver o fora ou todas as coisas e suas consequências !
"A gente acerta o que não vê, e atira, atira, atira..."
Fantástico.Guardo.
Grande abraço.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 23/11/2010 20:53  Atualizado: 23/11/2010 20:53
 Re: SONETO DE UM ALGO PURO
Meu amigo Gê, que soneto mais lindo!!!!! Poxa, você se supera, hein? Parabéns!!!! Adorei o último verso, fechou com chave de ouro.

beijos


Enviado por Tópico
arfemo
Publicado: 23/11/2010 20:55  Atualizado: 23/11/2010 20:55
Colaborador
Usuário desde: 19/04/2009
Localidade:
Mensagens: 4812
 Re: SONETO DE UM ALGO PURO
ah. esse intimo secreto, como definiria um conhecido poeta português...belo soneto!

abraço fraterno


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 23/11/2010 22:09  Atualizado: 23/11/2010 22:09
 Re: SONETO DE UM ALGO PURO
A cada dia tu te superas nos sonetos amigo GÊ!
Belissimo!
Beijos meus!


Enviado por Tópico
Ledalge
Publicado: 23/11/2010 22:19  Atualizado: 23/11/2010 22:19
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2007
Localidade: BRASIL
Mensagens: 6880
 Re: SONETO DE UM ALGO PURO
Olá Ge,

Puxa, esse soneto está muito interessante. Você nos mostra um pouco do seu interior, com seus defeitos e promessas de acertos. Todos somos assim, no fundo de nós mesmos nos questionamos para encontrar nossas respostas. Seguir adiante, parar, sonhar, não sonhar...e assim procuramos sempre uma perfeição que não temos, mas das procuras as grandes descobertas. Não acha?



Abraço


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 23/11/2010 22:35  Atualizado: 23/11/2010 22:44
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: SONETO DE UM ALGO PURO
...basta uma rspiração no papel e as palavras sonham e o apapel espera em branco. Não posso apanhar com as mãos de tão puro. Gostei imensamente desse. bjs pra ti


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 23/11/2010 22:37  Atualizado: 23/11/2010 22:37
 Re: SONETO DE UM ALGO PURO
ola amigo gostei muito deste teu poema pequeno mas grande na sua insençia parabens abraços


Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 24/11/2010 03:28  Atualizado: 24/11/2010 03:28
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9297
 Re: SONETO DE UM ALGO PURO
Amigo Poeta
Gê!

Cheguei atrasada,não tinha visto o seu soneto.
Quando descobrir o sentido que a roda gira me conte, sempre pensei que era para qualquer lado.
É verdade nesta vida não há nada que seja seguro.
Mas o que se guarda dentro do coração fica bem guardado de verdade.
Belo soneto!
Bjo no coração
♫Carol


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 24/11/2010 09:41  Atualizado: 24/11/2010 09:41
 Re: SONETO DE UM ALGO PURO
Concordo, nao existem certezas, com excepcao da morte! Gostaria de ler mais sonetos teus, pois embora nao seja a tua especialidade este soneto ficou excelente! E fechou com chave de ouro, o que nem todos conseguem! Parabens Ge! Abraco!