https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Introspecção : 

SONHO QUE MEUS POEMAS

 
Sonho que abres os olhos na minha dor
e que fazes da minha insónia teu esqueleto
quem és que procuras porque me visitas
nestes escassos metros de liberdade e de paz
na permuta das palavras descobertas?
.
vai-te! e que a vida ou a morte
lá na dimensão das coisas irreais
te cative e destrua essa pele minha mas vivida
.
e se à noite me tornar a construir
no corpo d'uma insónia de palavras
não bebas a comunhão dos meus lábios
na métrica da dor dos meus poemas.

Fernando Manuel Pereira


Open in new window

 
Autor
Fernando M. Pereira
 
Texto
Data
Leituras
551
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.