https://www.poetris.com/
 
Acrósticos : 

NA DESPEDIDA

 
NA DESPEDIDA
.
Há sonhos plantados
no acordar das manhãs
prenúncio de noites largas renovadas
como serras cortando grades
.
há sabermos de nós a esperança antiga
de quem diz gente
- e o sangue corre pachorrento
nas veias da palavra
.
há o gesto largo como tela pintada
de olhos e pele tornado mundo
sonhado com sonho
de quem tem medo e existe
.
há dos corpos o sabor entrelaçado
da amizade a força dos nossos passos
- e nos punhos erguidos
bandeiras de luta nunca recusada
.
há de nós o corpo da palavra
invólucro desfeito em campo fértil
- como ventre devassado e possuído
na ternura de sabermos não estar sós, nunca!
.
há amanhã presente hoje e sempre
na recordada recordação de noites
de gente de sangue de lutas
de gestos de copos de ventres...
.
na despedida, bom Amigo,
ofereço-te um pedaço deste inferno!
.
FERNANDO MANUEL PEREIRA
sempreemluta.nireblog.com


Open in new window

 
Autor
Fernando M. Pereira
 
Texto
Data
Leituras
830
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
rosamaria
Publicado: 21/09/2007 16:54  Atualizado: 21/09/2007 16:54
Colaborador
Usuário desde: 10/09/2006
Localidade: Mindelo - Vila do Conde
Mensagens: 1015
 Re: NA DESPEDIDA
Olá Fernando
Li e gostei sim. parabéns tem poemas muito belos.
jinhos
Rosamaria

Enviado por Tópico
Tália
Publicado: 21/09/2007 17:58  Atualizado: 21/09/2007 17:58
Colaborador
Usuário desde: 18/09/2006
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2503
 Re: NA DESPEDIDA
Soberbo!

Abraço

Tália