https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

Pobre menina louca

 
Menina com olhos de céu
E ternura no olhar,
Alma escura como breu
Mente perdida a sonhar.
*
Rotina que amarga,
E que um dia tudo mudou,
A tristeza cobriu seus dias
E o desespero chegou.
*
Chorava noite e dia
Lágrimas com sabor a sal,
Nunca encontrando explicação
Para todo o seu mal.
*
Ninguém lhe dava carinho,
Ninguém lhe dava atenção,
Ia ouvindo palavras duras
Que feriam o seu coração.
*
Sentia-se um incómodo,
Não se alegrava vivendo.
Sem o apoio de ninguém,
Ela ia enlouquecendo.
*
No cúmulo da sua loucura
Foi ao encontro do mar,
Queria ser uma onda,
Sempre livre, a bailar.
*
Rosto lavado em lágrimas,
Por fim lançou-se ao mar,
Sonhou encontrar na morte
Caminho pr´a se libertar.
*
Suas lágrimas sentidas,
Ao mar salgado se juntaram.
Ela fundiu-se no mar
E as ondas por ela choraram.
*
Pobre menina louca!
Em onda se transformou,
Em loucura se perdeu
E em paz descansou.


Fui à floresta porque queria viver profundamente,sugar o tutano da vida e aniquilar tudo que não fosse vida.E não,ao morrer,descobrir que não vivi. (Dead Poet Society)

 
Autor
Paula Correia
 
Texto
Data
Leituras
4580
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Manuela Fonseca
Publicado: 08/09/2007 22:06  Atualizado: 08/09/2007 22:06
Colaborador
Usuário desde: 13/06/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 885
 Re: Pobre menina louca
Um poema de tristeza que transformaste num estreito conto de uma menina que viu no mar a sua ondulação mais pura...

Gostei!

Beijo*